Correio de Carajás

Acompanhada de “namorado”, menina de 11 anos diz que foi estuprada pelo padrasto

Preste atenção nessa história: ontem (10) uma criança de apenas 11 anos de idade foi levada até a Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEACA) denunciar que tinha sido vítima de estupro do padrasto dela. Acontece, porém, que ela foi à delegacia acompanhada do namorado. Isso mesmo! Resultado: o tal namorado recebeu voz de prisão em flagrante.

Ele foi identificado como Gerson Miranda da Cruz, também conhecido como “Careca” ou “Mirandinha”. A situação ocorreu na Vila Brejo do Meio, onde moram a vítima e também o acusado e ainda o padrasto dela.

A reportagem deste CORREIO apurou que era por volta das 14h, quando a Polícia Militar (Guarnição da Vila Brejo do Meio) apresentou a criança, que relatou ter sido estuprada pelo padrasto, especificamente quando tinha entre 9 e 10 anos de idade (anos de 2019 e 2020).

Leia mais:

Após ouvir todo o relato, os policiais perguntaram sobre a situação da menina com Gerson. Foi quando ela disse que eles eram namorados e mantinham relações sexuais desde o mês de julho deste ano. Diante da situação flagrancial, a equipe da DEACA deu voz de prisão a Gerson, que confessou a prática criminosa.

O outro delito, supostamente praticado pelo padrasto da criança, será apurado por meio de inquérito policial. (Chagas Filho)

Comentários