Correio de Carajás

Ação busca conscientizar contra queimadas ilegais em Marabá

Motociclista abordada na ação educativa promovida em Marabá/Foto: Paulo Sérgio

MEIO AMBIENTE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com o tema “Negligência, Queima e Sufoca! Não deixe que o verde se torne cinza”, a equipe de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, realizou na manhã de sábado (18), uma panfletagem conscientizando a população sobre os malefícios das queimadas.

A equipe se concentrou na entrada da Marabá Pioneira colocando adesivos nos veículos e conversando com os condutores que passavam pela via de acesso ao bairro, a ideia era também orientar não queimar o lixo produzido.

A Coordenadora do Departamento de Educação Ambiental da Semma informou que, apesar das campanhas, ainda são muitos os focos de queimadas em áreas urbanas registradas e que nesse período de estiagem os casos de registros de queimadas só crescem.

Leia mais:

“Mais um ano tentando reduzir as queimadas e tentando conscientizar as pessoas que queimar não é o melhor resultado, pois temos serviços de coleta de lixo para não queimar o lixo e também as queimadas em áreas urbanas prejudicam e, além de não deixar queimar, a pessoa pode também denunciar essas práticas”, disse Socorro Lins, Coordenadora do Departamento de Educação Ambiental da Semma.

A ação faz parte de uma ampla programação que realiza um trabalho de conscientização permanente também em praças, escolas e outras instituições. E as orientações também se voltam para as comunidades rurais que evitem o uso de fogo, especialmente nas proximidades de áreas com vegetação seca, que caracteriza o período de estiagem e no qual os cuidados devem ser redobrados.

A ação também chama a atenção dos condutores para atos perigosos como lançar pontas de cigarro na via, fogos de artifício em áreas de vegetação seca e queimadas como forma de limpeza de terrenos.

Serviço: A Semma disponibiliza o telefone da Linha Verde para denúncias de crimes ambientais, como as queimadas ilegais, (94) 3312-3350. Se puder, denuncie. Queimada é crime, destrói sua saúde e a natureza. (Fonte: Ascom PMM)

Comentários

Mais

Mais 264.420 vacinas contra a Covid-19 chegam ao Pará

Mais 264.420 vacinas contra a Covid-19 chegam ao Pará

O Pará recebeu, na tarde desta terça-feira (19), no Aeroporto Internacional de Belém, 264.420 doses da vacina Pfizer. Foi a…
Instituto Miguel Chamon continua atendimentos mesmo com chuva

Instituto Miguel Chamon continua atendimentos mesmo com chuva

O segundo dia de atendimentos do Instituto Miguel Chamon no Complexo Altamira, atendendo os parauapebenses moradores dos bairros Novo Horizonte…
Estudo mostra eficácia da vacina da Pfizer em grupo de 12 a 18 anos

Estudo mostra eficácia da vacina da Pfizer em grupo de 12 a 18 anos

A vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech se mostrou 93% eficaz para evitar hospitalizações entre pessoas de 12 a 18…
Covid-19 deixou 12 mil órfãos de até 6 anos no país, mostram cartórios

Covid-19 deixou 12 mil órfãos de até 6 anos no país, mostram cartórios

Ao menos 12.211 crianças de até seis anos de idade no Brasil ficaram órfãs de um dos pais vítimas da…
Biomarcador consegue prever gravidade da covid-19, segundo estudo

Biomarcador consegue prever gravidade da covid-19, segundo estudo

Um biomarcador usado para medir o nível de saúde celular permite calcular com precisão a probabilidade de uma pessoa desenvolver…
Placa de gasolina a R$ 8,99 assusta em Parauapebas

Placa de gasolina a R$ 8,99 assusta em Parauapebas

Uma foto de uma placa em um posto de combustível, ainda sequer aberto na PA-160, em Parauapebas, circulou as redes…