Correio de Carajás

Acabou de almoçar e foi crivado de balas

Luciana Marschall

Maurilio Rodrigues Pontes, o Grande, de 32 anos, havia acabado de almoçar e deixar o restaurante quando foi executado a tiros no início da tarde de hoje, quinta-feira (22), na Avenida Boa Esperança, no Bairro Laranjeiras, em Marabá. Conforme as testemunhas, ele estava sentado no banco do motorista, com a porta aberta, na via que segue em direção ao Bairro Cidade Nova.       

Os criminosos surgiram na direção contrária, na pista sentido Bairro Liberdade, em uma motocicleta. Ainda de acordo com as informações, o homem que estava na garupa empunhava duas armas de fogo, com as quais atirou contra o veículo Volkswagen UP, de placas OTV 2813, atingindo a vítima, que morreu dentro do carro.

Leia mais:

Quando o Correio de Carajás chegou ao local, às 13h50, o veículo estava com as portas e vidros fechados. Testemunhas destacaram que um morador do perímetro trancou o carro diante da aglomeração de pessoas no local. Duas viaturas da Polícia Militar atenderam à ocorrência às 13h59 e isolaram o espaço em torno do automóvel, que apresenta apenas uma perfuração por projétil na lateral. 

Até o horário de publicação desta reportagem, o corpo continuava no local à espera da remoção para o Instituto Médico Legal (IML). 

 

Luciana Marschall

Maurilio Rodrigues Pontes, o Grande, de 32 anos, havia acabado de almoçar e deixar o restaurante quando foi executado a tiros no início da tarde de hoje, quinta-feira (22), na Avenida Boa Esperança, no Bairro Laranjeiras, em Marabá. Conforme as testemunhas, ele estava sentado no banco do motorista, com a porta aberta, na via que segue em direção ao Bairro Cidade Nova.       

Os criminosos surgiram na direção contrária, na pista sentido Bairro Liberdade, em uma motocicleta. Ainda de acordo com as informações, o homem que estava na garupa empunhava duas armas de fogo, com as quais atirou contra o veículo Volkswagen UP, de placas OTV 2813, atingindo a vítima, que morreu dentro do carro.

Quando o Correio de Carajás chegou ao local, às 13h50, o veículo estava com as portas e vidros fechados. Testemunhas destacaram que um morador do perímetro trancou o carro diante da aglomeração de pessoas no local. Duas viaturas da Polícia Militar atenderam à ocorrência às 13h59 e isolaram o espaço em torno do automóvel, que apresenta apenas uma perfuração por projétil na lateral. 

Até o horário de publicação desta reportagem, o corpo continuava no local à espera da remoção para o Instituto Médico Legal (IML). 

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.