Correio de Carajás

Velho Crama será desativado e governo inaugura 2 novos presídios em Marabá

Crama, com mais de 25 anos de existência, será desativado por causa de sua estrutura obsoleta/ Foto: Evangelista Rocha

SISTEMA PRISIONAL

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Estado do Pará anuncia ampliação do sistema penitenciário, com mais de 146 novas vagas no Complexo Penitenciário no Km 17 da Transamazônica

Na manhã desta terça-feira (20) aconteceu uma reunião na sede da Secretaria Regional de Governo do Sudeste do Pará, em Marabá, que contou com a presença do secretário regional João Chamon Neto e de representantes da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), da Polícia Civil e Polícia Militar.

Através de novos investimentos no setor penitenciário e na segurança pública da região, o Governo do Estado irá entregar nesta quinta-feira (22), às 16 horas, a ampliação do Complexo Penitenciário de Marabá. Na ocasião, serão apresentados o presídio semi-aberto masculino e a cadeia pública masculina, que ficarão no lugar do CRAMA (Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes) que será desativado.

As duas novas unidades prisionais terão 506 novas vagas. Todavia, subtraindo as 360 do Crama, que será fechado, Marabá e região terão 146 novas vagas. “Estamos trabalhando para ter um atendimento cada vez mais humanizado, proporcionando segurança para a população e, atendendo no sentido de segurança, todos que estão ali dentro”, enfatiza Chamon.

Leia mais:

Sheila Faro, chefe de gabinete da Seap, destacou a importância desse momento histórico, já que o Estado do Pará sempre teve um histórico de superlotação nas cadeias públicas e, agora, essa situação irá zerar na região.

“Vamos oferecer 506 novas vagas, tanto no regime semi-aberto como no fechado. Isso significa para o sistema zerar o déficit que existe aqui. Ou seja, vamos ter mais vagas e menos custodiados. Essa é uma luta que a gente vem travando desde que iniciou esse governo, e agora isso se torna um marco dentro da região”.

Desde o começo da administração do governador Helder Barbalho, o Pará tem reduzido significativamente os índices de criminalidade, como apontam as estatísticas. Para João Chamon Neto, isso é fruto de um trabalho conjunto. “Todos os órgãos de segurança pública estão trabalhando alinhados, com o objetivo de proporcionar maior segurança para a população”, finaliza. (Ana Mangas)

Mais

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Após boletim de ocorrência ter sido registrado na manhã desta sexta-feira (14), a adolescente de 13 anos Isabela Cruz Costa,…
Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

José Lúcio Barroso da Silva foi preso nesta sexta-feira (14) em cumprimento de mandado de prisão, pela Superintendência Regional do…
Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

A Polícia Civil prendeu Kamila Morais Alves, de 24 anos, por estelionato, nesta quinta-feira (13), em Parauapebas. A mulher emitia…
Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

As adolescentes Ana Clara Moraes de Souza e Isabela Cruz Costa estão desaparecidas desde a manhã da quinta-feira (13). As…
Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…