Correio de Carajás

Usuários de mototáxi em Marabá denunciam cobrança acima da tabela

Usuários estão revoltados com a cobrança que os condutores estão fazendo - Foto: Evangelista Rocha

COBRANÇA ILEGAL

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nova proposta ainda não foi homologada pelo prefeito Tião Miranda e reajuste será de 35,71%

Vários usuários do serviço de mototáxi em Marabá estão revoltados com a cobrança que os condutores estão fazendo, acima da tabela vigente e aprovada pelo Conselho Municipal de Transporte. A indignação extrapolou as redes sociais e chegou à Redação do Portal Correio de Carajás, com várias mensagens e até ligações de pessoas que foram surpreendidas quando chegaram ao fim da corrida e alguns passageiros alegam que chegaram mesmo a discutir com o mototaxista.

Com os diversos reajustes recentes no preço do combustível, que elevou a gasolina acima de R$ 6,00 em Marabá, a categoria se mobilizou e uma nova tabela está tramitando no Conselho Municipal de Transporte, devendo entrar em vigor até o final deste ano, no máximo.

A irritação de Sérgio Donizete Bandeira Barros foi tão grande que ele procurou o Ministério Público Estadual para denunciar. Ele relatou ao MP que no dia 16 deste mês pegou mototáxi de sua residência para seu trabalho, porém foi cobrado valor acima da tabela. Revelou o número do colete do condutor e disse que ele cobrou o valor de R$ 7,00, quando em verdade a tabela vigente diz que deve ser cobrado R$ 6,00. No dia seguinte, outro motoqueiro cobrou o valor de R$ 8,00 pelo mesmo percurso. O denunciante relatou que não tem dificuldade nenhuma de pagar a passagem, desde que esteja na tabela. O valor de tabela do Bairro Liberdade ao Amapá é R$ 6,00.

Leia mais:

Em entrevista ao CORREIO DE CARAJÁS, o diretor do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), Jocenilson Silva Souza, explicou que a nova tabela de preços já foi analisada pelo Conselho Municipal de Transporte na semana passada. “A Associação de Mototáxis levou uma proposta e o Conselho de Transporte a reformulou, porque existe um estudo técnico elaborado pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), da qual se extrai parâmetros para chegar aos valores reais da corrida”, disse ele.

Diretor do DMTU pede para população denunciar quem cobrar valores acima da tabela vigente

Contudo, ele adverte que esta tabela ainda não está valendo e a anterior, aprovada em 2014, continua em vigência. Jocenilson garante que o setor de transporte do DMTU está orientado a colher as denúncias por escrito para que os agentes de trânsito comecem a fazer uma fiscalização pela cidade.

O diretor também explica também como o usuário de qualquer serviço de transporte de passageiro pode formalizar denúncias para o órgão. “Porque sem os elementos da denúncia e as informações, como número do colete do piloto e da moto, a gente não pode fazer nada. Se puder anotar a placa da moto para registrar uma ocorrência eficaz, melhor ainda”.

As orientações dadas para garantir uma corrida normal é que o cliente/passageiro cobre a suposta “nova tabela e preços” para o piloto da moto, obrigado a fornecer os valores como consta o Decreto Municipal, N° 74 de 06/03/2015.

A Reportagem também procurou o presidente do Sindicato Único dos Mototaxistas de Marabá (Sinumtam), Antônio Pereira, mais conhecido como Fred, mas ele não quis gravar entrevista. Alegou que aguardaram a aprovação da nova tabela de preços para comentar algo. Todavia, gentilmente ele forneceu a proposta da nova tabela e explicou que está aguardando só a análise e aprovação do prefeito Tião Miranda, para publicar um novo decreto e assim formalizar de vez os novos valores.

Fábio relata que há mais de seis anos não há aumento no valor das corridas

O percentual de reajuste que está previsto na nova tabela é de 35,71%.

Pois, a manutenção da moto, preço da gasolina e de peças para o conserto da moto teve um aumento considerável nesses últimos anos e esse é um dos pontos do mototaxista Fábio Gomes de Santos, “com certeza, com toda certeza, nós estamos com mais de 6 anos que não temos um aumento é um absurdo com a gente, a população tem que entender que a gente não é animal”.

O mototaxista Marcos Souza concorda que aumento deve ser benéfico para os trabalhadores e clientes

Também de acordo com o aumento, Marcos Souza, mototaxista, diz acreditar que o aumento pode ser benéfico para ambas as partes sem saírem prejudicados, “eu acho necessário o aumento, contando que, fique bom para nós da classe e para os nossos clientes”.(Henrique Garcia)

Comentários

Mais

Petrobras reajusta mais uma vez preços da gasolina e do diesel

Petrobras reajusta mais uma vez preços da gasolina e do diesel

A Petrobras vai reajustar mais uma vez os preços da gasolina e do diesel para as distribuidoras. Segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira…
Policiais detalham salvamento de bebê engasgado

Policiais detalham salvamento de bebê engasgado

Uma criança engasgada foi salva no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, na noite da última sexta-feira (22) por policiais militares…
Instituto Miguel Chamon faz quatro dias de atendimento na VS-10

Instituto Miguel Chamon faz quatro dias de atendimento na VS-10

Nesta terça (26) e quarta-feira (27) o Instituto Miguel Chamon muda de endereço, mas continua atendendo a população do Complexo…
“Fluxo interminável de bebês”, diz mãe após parto de 9 crianças

“Fluxo interminável de bebês”, diz mãe após parto de 9 crianças

Halima Cissé, de 26 anos, deu à luz nove crianças, no Marrocos. A jovem contou que ela e o pai dos…
Polícia não tem indícios de participação de movimentos sociais e partidos em depredação de moradias populares em Pernambuco

Polícia não tem indícios de participação de movimentos sociais e partidos em depredação de moradias populares em Pernambuco

Enganoso Vídeos virais no Facebook, YouTube, Twitter e TikTok enganam ao atribuir aos movimentos sociais MST e MTST e aos…
Embrapa lança sistema AgroTag Pará

Embrapa lança sistema AgroTag Pará

A Embrapa Amazônia Oriental e a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (Semas) lançam nesta terça-feira…