Correio de Carajás

Unifesspa realiza “Ciência na Praça” neste domingo

Unifesspa realiza “Ciência na Praça” neste domingo
Rigler Aragão: “O que a gente produz é necessário e muito importante”/Foto: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Neste domingo (22) acontece a segunda edição do projeto “Ciência na Praça”, que ocorrerá a partir das 8h da manhã no canteiro central da VP-8 que fica entre uma das entradas da Feira da Folha 28 (Nova Marabá) e a unidade I da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), que é responsável pela iniciativa, junto com outros parceiros. Todos os estudantes que participarem do evento terão direito a certificado.

O objetivo do “Ciência na Praça” é estreitar os laços com a comunidade e ampliar a divulgação do que é produzido na Unifesspa, que nesse projeto atua em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE), Sindicato dos Docentes da Unifesspa (SindUnifesspa), Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Pará (Sindtifes), Centros Acadêmicos (CAs) e Coletivos Estudantis.

Nesta edição também participam estudantes e professores da Universidade do Estado do Pará (UEPA) e do Instituto Federal do Pará (IFPA). O evento contará com a presença de docentes, técnicos e acadêmicos que vão apresentar os trabalhos científicos realizados, segundo informou o professor Rigler Aragão, da Unifesspa.

Leia mais:

Rigler esteve esta semana visitando órgãos de comunicação de Marabá para falar sobre a iniciativa, por entender que a comunidade precisa conhecer mais de perto a produção acadêmica local. “O que a gente produz é necessário e muito importante para o desenvolvimento da região”, afirma Rigler, acrescentando que todos os anos a Unifesspa forma profissionais que vão atuar na região e ajudar a decidir os rumos da comunidade.

Ainda de acordo com o professor, a realização do “Ciência na Praça”, nesse momento, também é importante porque a universidade tem sido perseguida com corte de recursos por parte do governo federal, que ameaçam inviabilizar seu funcionamento a partir do mês que vem. Ao mesmo tempo, o governo tenta implantar um programa (Future-se), que visa tirar a autonomia da instituição e poderá inclusive desaguar futuramente no pagamento de mensalidades por parte dos estudantes.

A primeira edição do “Ciência na Praça” foi realizada no primeiro semestre deste ano na Toca do Manduquinha, agora irá à Feira da 28 dialogar com a população. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

A menina Alice, de 5 anos, ama tirar fotos e vídeos. Ela tem um perfil na rede social Instagram administrado…
Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

O Pará recebeu, na madrugada deste sábado (25), a 89ª remessa de vacinas contra a Covid-19 com 157.950 doses da…
Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Nesta sexta-feira (24), o governador do estado, Helder Barbalho, entregou o Certificado de Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de…
Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Nada menos que 18 entidades civis, a maioria de defesa da mulher e combate a violências, assinaram uma nota denunciando…
Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

O Pará contabilizou mais 334 casos de Covid-19 e 5 mortes causada pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família têm à disposição a nova versão do aplicativo do programa. A principal mudança consiste no…