Correio de Carajás

Um retorno ao elemento primordial

Exposição acontece nesta sexta-feira (25). (Arte: Melissa Barbery)
Exposição acontece nesta sexta-feira (25). (Arte: Melissa Barbery)

ARTE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Ouvir o chamado da água, que não se contenta em permanecer estática, se espraiando em diferentes estados naturais e formatos, seja na vida ou na arte. Esse é o convite de “Elemento TransitóRIO- Caminho de volta para o mar”, exposição da artista paraense Bianca Levy, com lançamento nesta sexta feira, 18, às 19h, na Galeria Vitória Barros, na Avenida Itacaiúnas, 1519, Cidade Nova.

“Elemento TransitóRIO” é fruto do processo de pesquisa desenvolvido por Bianca Levy no Mestrado em Artes da Universidade Federal do Pará (PPGArtes- UFPA). Contemplado pelo Prêmio Proex de Arte e Cultura da Ufpa, o projeto aborda a relação da artista com a água e com os arquétipos relacionados a este elemento, especialmente os presentes na mitologia iorubá.

(Foto: Juan Silva)

Segundo Bianca, foram cinco anos de mergulho poético, investigação e vivência consciente do elemento água em diferentes campos e linguagens até a concepção da exposição. “É difícil demarcar onde começa e onde termina um processo criativo.  Suas continuidades, descontinuidades e tangentes. Mesmo quando se ‘conclui’ ele segue em plena expansão e atualização. Inconscientemente já trabalho esta relação com a água antes mesmo de me reconhecer artista. A exposição vem para marcar o retorno dessa grande jornada, com uma inundação de obras produzidas nos últimos dois anos. É um fechamento desta fase de água, fechamento iniciado com o lançamento do meu livro ‘Aquífera’ em 2018, e que se encerra- pelo menos por hora, com Elemento TransitóRIO”, explica.

Leia mais:

Trabalhando no campo da performance nas Artes Visuais, a Bianca propõe em suas obras a atualização dos arquétipos míticos da água em consonância com as pautas político-sociais contemporâneas, trazendo também a reflexão a respeito do corpo do performer em diálogo com os espaços públicos da cidade e a instauração de um tempo-espaço cósmico, onde a cidade (no caso, Belém e Marabá, cidades onde as obras foram construídas), exerce o protagonismo dela na criação das obras. “É uma trama que parte de uma relação pessoal, de um retorno à minha ancestralidade e imanência, mas completamente atravessado pelos dramas e devires da cidade e nossa sociedade. Em sua universalidade, a água, nos arquétipos trabalhados na obra fala sobre todos nós” resume a artista.    

Com curadoria do Artista Visual e Professor Dr. Orlando Maneschy, a exposição conta com obras que transitam pela linguagem das artes visuais, especificamente da performance nas Artes Visuais, com trabalhos nos formatos de vídeo-arte, fotoperformance e instalação. O caráter cíclico da água em suas mudanças de estados naturais e a jornada poética que o conjunto da obra apresenta, conduziram também o desenho da curadoria, que propõe um mergulho no universo da água em suas variadas formas e arquétipos, rumo ao encontro e comunhão total com este elemento.

(Foto: Maryori Cabrita)

Além da parceria com Orlando Maneschy, Elemento TransitóRIO é marcado por encontros com artistas que inundaram o processo criativo com seus olhares no registro das performances; ou como Bianca gosta de enfatizar, artistas que performaram com ela por trás das câmeras. São eles: Juan Silva, Charles Vasconcelos, Maryori Cabrita, Marise Maués, André Mardock, Roger Elarrat e Melissa Barbery. “O olhar de cada um deles foi fundamental para a concepção das obras. Eles captaram o chamado da água e mergulharam nesta experiência comigo”, resume a artista.

A exposição “Elemento TransitóRIO- Caminho de Volta para o Mar” fica em cartaz até dia 2 de dezembro, na Galeria Vitória Barros. A entrada é gratuita. (Da redação).

Comentários
Ximbinha lança música “Nova Redenção” nesta quinta-feira

Ximbinha lança música “Nova Redenção” nesta quinta-feira

Cumprindo o isolamento social durante a pandemia da Covid-19, o guitarrista paraense Ximbinha está aproveitando esse tempo para produzir novas…
Festival In-Edit começa amanhã e terá 50 documentários musicais

Festival In-Edit começa amanhã e terá 50 documentários musicais

Memórias, histórias e trajetórias de grandes nomes da música mundial, exploradas pelo cinema documental, estão novamente em foco na 13ª…
Mestres do Universo | Trailer da nova série tem He-Man, nostalgia e ação; veja

Mestres do Universo | Trailer da nova série tem He-Man, nostalgia e ação; veja

Mestres do Universo: Salvando Eternia, a nova série animada dedicada ao bravo guerreiro-príncipe He-Man produzida pela Netflix, ganhou seu primeiro trailer.…
William Bonner diz que fará anúncio no Jornal Nacional e web questiona aposentadoria

William Bonner diz que fará anúncio no Jornal Nacional e web questiona aposentadoria

O apresentador William Bonner contou em publicação nas redes sociais que o Jornal Nacional desta quinta-feira (10) terá um anúncio especial. Com…
Indiana Jones 5: filme pode trazer um jovem Indy

Indiana Jones 5: filme pode trazer um jovem Indy

Esta semana conferimos as primeiras fotos das filmagens de Indiana Jones 5, a produção está a todo vapor no Reino…
'Quero que as pessoas se sintam orgulhosas de serem quem são', diz Iza

'Quero que as pessoas se sintam orgulhosas de serem quem são', diz Iza

“Fecha a rua lá no gueto, vai ter samba lá no gueto, joga bola lá no gueto, ela é cria…