Correio de Carajás

Transporte: clandestinos ‘fazem a festa’ enquanto nova empresa não chega

Passageiro que aguardava coletivo há quase duas horas precisou pegar um clandestino (Foto: Evangelista Rocha)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Dezenas de pessoas estão nas paradas de ônibus espalhadas pela cidade à espera de um coletivo nesta manhã de sábado, dia 15. É que este é o último dia de operação das empresas Nasson Tur e Transportes Coletivos de Anápolis (TCA), que estão de partida 17 anos antes do encerramento do contrato, firmado em 2011 com a Prefeitura de Marabá, após decisão da Justiça do Estado de Goiás.

Prevista para acontecer ainda na noite de ontem, sexta-feira (14), a chegada dos ônibus da nova empresa, a Integração Serviços e Locação EIRELI (admitida às pressas), ainda não aconteceu. Os veículos estão vindo da cidade de Anápolis (GO), onde fica a sede da contratada.

A Reportagem do Portal Correio de Carajás conversou com Jair Barata Guimarães, secretário de Segurança Institucional e presidente do Conselho Municipal de Transporte. De acordo com ele, os veículos podem chegar até o fim da tarde.

Leia mais:

“Houve um atraso porque os ônibus, como são veículos de grande porte, não podem exceder certo limite de velocidade, que não é muito rápido. Mas até o início da noite estarão aqui em Marabá”, garante.

Questionado pela Reportagem, o secretário adiantou que os novos ônibus começarão a operar na segunda-feira (17).

“Deve acontecer uma vistoria antes, prevista para acontecer neste domingo”, estima.

Ainda em conformidade com Jair Guimarães, os motoristas e cobradores (funcionários) da nova empresa devem ser contratados aqui em Marabá. O curso natural dos fatos é que os trabalhadores de Nasson e TCA sejam aproveitados.

CLANDESTINOS

Enquanto os novos ônibus não chegam, alguns motoristas aproveitam a situação para garantir um ‘trocado’. “Bora, bora! Liberdade, São Félix… para onde vai, patrão?” é a frase mais ouvida pelas pessoas que aguardam um transporte nos pontos de parada.

Esperando ônibus há duas horas em um ponto na BR-230, o desempregado Wanderley Santos Serra contou à Reportagem que a alternativa era mesmo embarcar em um clandestino.

“Estou há quase duas horas esperando aqui, feito besta, um ônibus. Nada. Não vem nada. Quando chegar um carro (irregular) eu entro”, relata.

Wanderley estava há quase duas horas plantado na parada (Foto: Evangelista Rocha)

Pouco depois de o Portal gravar com ele, um carro clandestino apareceu e Wanderley cumpriu o que disse. Foi-se embora dali.

Em outro ponto da cidade, o senhor Otile João Angheben, que é aposentado, narrou que espera poder contar com os jurados ônibus com ar-condicionado.

“A promessa de colocar ar-condicionado nos ônibus é grande e eu aguardo. Quero ser atendido melhor, pois sou um senhor de idade”, argumenta.

Seu Otile: “Não aguentamos mais essa demora e o pouco caso com a população” (Foto: Evangelista Rocha)

Seu Otile, que estava na parada do Terminal Rodoviário da Folha 32 há cerca de uma hora e meia, espera que a contratada resolva a crise dos transportes.

“Espero que seja definitivo. Não aguentamos mais essa demora e o pouco caso com a população”, protesta. (Vinícius Soares)

Comentários

Mais

Brasileiros são os que mais valorizam vacinação, mostra estudo

Brasileiros são os que mais valorizam vacinação, mostra estudo

O Brasil é o país que mais valoriza a imunização entre oito nações estudadas em um levantamento global feito pelas…
AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

Chegar até aqui e falar abertamente sobre o HIV não foi um caminho fácil. As dificuldades, o medo, a insegurança,…
Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Após cumprir dois contratos que previam a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde, o…
Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), da Unidade de Mercadorias em Trânsito de Carajás, no sudeste do Pará,…
Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). O lote chegou ao Aeroporto Internacional…
Antônia Fontenelle é indiciada por crime de preconceito após usar termo 'paraibada'

Antônia Fontenelle é indiciada por crime de preconceito após usar termo 'paraibada'

A atriz e youtuber Antônia Fontenelle foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba pelo crime de preconceito após comentários xenofóbicos sobre o…