Correio de Carajás

Tático prende dois e apreende 89 trouxas de maconha

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Grupamento Tático da Polícia Militar (GTO), da Polícia Militar, prendeu em Parauapebas no final da tarde do último sábado, 25, dois homens acusados de tráfico de drogas. Com eles, foram apreendidas 89 trouxinhas de maconha, que estariam comercializando na área do residencial Alto Bonito e no Bairro Altamira.

Os acusados são Gleyfe Alves de Jesus, 25, e Natanael Rodrigues do Nascimento, 27 anos. Os dois negam ser traficantes e dizem que são apenas usuários. Gleyfe admite, no entanto, que ia vender parte da droga para ‘recuperar’ parte dos R$ 300 que teria dado para comprar o entorpecente. Na casa dele, no Bairro Altamira, a polícia encontrou 79 trouxas de maconha.

Ele conta que comprou a droga na praça do bairro onde mora, de um cara que sempre venderia droga no local, mas de quem não sabe o nome. “Eu paguei R$ 300 e ia vender cerca de R$ 250 para recuperar o dinheiro que gastei, e o resto eu ia fumar”, afirma Gleyfe, dizendo que o colega não tem nada a ver com o crime e que toda droga é dele.

Leia mais:

“O menino [Natanael] é trabalhador. A droga é toda minha. Ele só estava guardando pra mim”, afirma. Mas, para a polícia, os dois são envolvidos com o tráfico de drogas. Segundo o sargento Menezes, do Tático, sua guarnição chegou até os acusados após denúncia anônima.

“Estávamos fazendo ronda pelo Bairro Novo Horizonte, quando chegou denúncia sobre tráfico de drogas no Bairro Altamira. Através das informações passada, chegamos até Gleyfe. Ao revistá-lo, encontramos com ele e na sua casa uma grande quantidade de entorpecentes. Com a materialidade do crime, ele foi preso em flagrante e conduzido para a 20ª Seccional de Polícia”, relata o sargento.

Ainda de acordo com o policial, dando continuidade ao caso, com base nas informações obtidas, chegaram também até Natanael, que foi preso na casa dele, em uma rua por atrás do residencial Alto Bonito. Com ele foram encontradas 10 trouxas de maconha.

“Ele [Natanael] é o braço direito do Gleyfe”, afirma o policial, ressaltando que ambos seriam indiciados por tráfico de drogas.

Segundo Menezes, tanto no Residencial Alto Bonito, como na área no entorno do conjunto habitacional, é grande a movimentação de usuários e traficantes de droga. Ele pede à população que, ao flagrar qualquer situação, denuncie.

“A sociedade é nossos olhos. Denunciando, a gente age para coibir esse tipo de crime”, enfatiza o sargento. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto) 

 

Fotos: Ronaldo Modesto

O Grupamento Tático da Polícia Militar (GTO), da Polícia Militar, prendeu em Parauapebas no final da tarde do último sábado, 25, dois homens acusados de tráfico de drogas. Com eles, foram apreendidas 89 trouxinhas de maconha, que estariam comercializando na área do residencial Alto Bonito e no Bairro Altamira.

Os acusados são Gleyfe Alves de Jesus, 25, e Natanael Rodrigues do Nascimento, 27 anos. Os dois negam ser traficantes e dizem que são apenas usuários. Gleyfe admite, no entanto, que ia vender parte da droga para ‘recuperar’ parte dos R$ 300 que teria dado para comprar o entorpecente. Na casa dele, no Bairro Altamira, a polícia encontrou 79 trouxas de maconha.

Ele conta que comprou a droga na praça do bairro onde mora, de um cara que sempre venderia droga no local, mas de quem não sabe o nome. “Eu paguei R$ 300 e ia vender cerca de R$ 250 para recuperar o dinheiro que gastei, e o resto eu ia fumar”, afirma Gleyfe, dizendo que o colega não tem nada a ver com o crime e que toda droga é dele.

“O menino [Natanael] é trabalhador. A droga é toda minha. Ele só estava guardando pra mim”, afirma. Mas, para a polícia, os dois são envolvidos com o tráfico de drogas. Segundo o sargento Menezes, do Tático, sua guarnição chegou até os acusados após denúncia anônima.

“Estávamos fazendo ronda pelo Bairro Novo Horizonte, quando chegou denúncia sobre tráfico de drogas no Bairro Altamira. Através das informações passada, chegamos até Gleyfe. Ao revistá-lo, encontramos com ele e na sua casa uma grande quantidade de entorpecentes. Com a materialidade do crime, ele foi preso em flagrante e conduzido para a 20ª Seccional de Polícia”, relata o sargento.

Ainda de acordo com o policial, dando continuidade ao caso, com base nas informações obtidas, chegaram também até Natanael, que foi preso na casa dele, em uma rua por atrás do residencial Alto Bonito. Com ele foram encontradas 10 trouxas de maconha.

“Ele [Natanael] é o braço direito do Gleyfe”, afirma o policial, ressaltando que ambos seriam indiciados por tráfico de drogas.

Segundo Menezes, tanto no Residencial Alto Bonito, como na área no entorno do conjunto habitacional, é grande a movimentação de usuários e traficantes de droga. Ele pede à população que, ao flagrar qualquer situação, denuncie.

“A sociedade é nossos olhos. Denunciando, a gente age para coibir esse tipo de crime”, enfatiza o sargento. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto) 

 

Fotos: Ronaldo Modesto

Comentários

Mais

Caso Henry: as agressões, segundo a babá

Caso Henry: as agressões, segundo a babá

O novo depoimento de Thayná Ferreira, babá de Henry Borel, sobre supostas agressões de Dr. Jairinho contra o menino, trouxe mais detalhes da…
Homem agride e deixa hematoma na perna da companheira

Homem agride e deixa hematoma na perna da companheira

Mais um caso de violência doméstica foi registrado em Marabá. Na noite desta terça-feira (13), um homem agrediu sua companheira,…
Mulher que matou o marido já está solta

Mulher que matou o marido já está solta

Acredite: Greice Quele Leal dos Santos (27 anos), presa em flagrante pelo assassinato do companheiro dela, Alex Vilarins de Sousa…
Casal morre em acidente de trânsito na Transamazônica

Casal morre em acidente de trânsito na Transamazônica

Um casal morreu em trágico acidente de trânsito na Rodovia BR-230 (Transamazônica) na tarde de domingo (11). As vítimas foram…
Polícia Civil apreende mais de R$ 1 milhão em espécie durante operação contra o tráfico de drogas no Pará

Polícia Civil apreende mais de R$ 1 milhão em espécie durante operação contra o tráfico de drogas no Pará

A Polícia Civil realizou na manhã desta terça-feira (13), a operação ‘Farinha’ que investiga crimes de associação ao tráfico, milícia…
Embriagado, guarda municipal atira em via pública

Embriagado, guarda municipal atira em via pública

Um agente da Guarda Municipal foi preso acusado de estar atirando em via pública, enquanto embriagado e fora de serviço…