Correio de Carajás

STF determina que Ricardo Salles entregue passaporte à PF

Ricardo Salles/Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
Ricardo Salles/Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Decisão da ministra Cármen Lúcia prevê preservar investigações envolvendo o ex-ministro

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o agora ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles entregue seu passaporte para a Polícia Federal, evitando, dessa forma, que ele deixe o País. As informações são da coluna de Mônica Bergamo à Folha de S. Paulo.

Cármen Lúcia acatou um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) que argumentava a necessidade de uma medida como essa para preservar as investigações da qual Salles é alvo.

Os advogados do ex-ministro informam que a ordem será cumprida, mas criticaram a decisão. “Uma vez exonerado do cargo de ministro, ele não deveria mais estar sob a jurisdição do STF, já que perdeu o foro privilegiado”, diz o advogado Roberto Podval, que representa o ex-ministro.

Leia mais:

Na quarta-feira, 23, Ricardo Salles pediu demissão da pasta após uma gestão marcada por polêmicas e acusações. Ele é investigado pelo próprio STF em um inquérito que apura se ele tentou atrapalhar as investigações sobre apreensão de madeira. Ele nega ter cometido irregularidades.

Em maio, o ministro Alexandre de Moraes, também do STF, já havia autorizado a PF a fazer busca e apreensão contra Salles na operação Akuanduba, por suspeita de facilitação à exportação ilegal de madeira do Brasil para Estados Unidos e Europa.

Na quinta-feira, 24, Moraes autorizou o envio do celular entregue à PF por Salles para os Estados Unidos para que o aparelho seja desbloqueado e os investigadores consigam ter acesso aos dados. O órgão apura crimes de corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando, praticados por agentes públicos e empresários.

Em seu lugar, o presidente nomeou Joaquim Álvaro Pereira Leite, que até então ocupava o cargo de secretário da Amazônia e Serviços Ambientais do ministério. (Terra)

Comentários

Mais

É preciso capacitar professores para mundo pós-pandemia, diz ministro

É preciso capacitar professores para mundo pós-pandemia, diz ministro

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse hoje (16) que é preciso capacitar os professores para o mundo pós-pandemia de covid-19. A…
Governo federal autoriza complemento ao orçamento do Censo 2022

Governo federal autoriza complemento ao orçamento do Censo 2022

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou hoje (15) que a Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento autorizou…
Presidente diz que determinará redução da bandeira tarifária na luz

Presidente diz que determinará redução da bandeira tarifária na luz

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (14) que determinará ao Ministério de Minas e Energia (MME) que…
Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

O Ministério da Saúde (MS) lançou hoje (14) nova edição da Campanha Nacional de Combate às Sífilis, reunindo ações para promover o…
Ministérios investem em projetos científicos sobre famílias

Ministérios investem em projetos científicos sobre famílias

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, e o Ministério da Mulher,…
Câmara aprova crédito suplementar de R$ 235,3 milhões

Câmara aprova crédito suplementar de R$ 235,3 milhões

A Câmara dos Deputados aprovou hoje (14) uma Medida Provisória (MP) 1054/2021 abrindo crédito suplementar no valor de R$ 235,3 milhões para os…