Correio de Carajás

Sobe número de mortes e casos de coronavírus em Marabá e Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
1 Visualizações

Marabá registrou três mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas e agora contabiliza, ao todo, 52 vítimas fatais da covid-19, de acordo com atualização feita pela prefeitura nesta segunda-feira (18). Em Parauapebas, que aponta número equivalente no período, são 50 perdas no total. A taxa de letalidade nos municípios está calculada em 15,9% e 8,7%, nesta ordem.

A quantidade de casos confirmados da doença em Marabá saltou de 304 para 326 em 24 horas. Foram 22 novos registros em no período. Em Parauapebas, o número de testes positivos passou de 481 para 572, o que denota reforço de 91 novos diagnósticos.

Entre as três novas mortes provocadas pela covid-19 em Marabá, estão a de um homem de 45 anos sem doenças preexistentes, a de uma mulher de 63 anos que possuía hipertensão, diabetes e sequelas de acidente vascular cerebral, e a de uma idosa de 92 anos, diabética e hipertensa.

Leia mais:

Em Parauapebas, as novas vítimas fatais foram um homem de 87 anos, outro de 91 e uma mulher de 42 anos. Todos estavam internados e morreram na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cidade Jardim. A prefeitura não revelou se os pacientes apresentavam fatores de risco.

Conforme o epidemiológico de Marabá, do total de infectados, 200 receberam alta, 26 permanecem internados, 36 estão em isolamento domiciliar e 12 se encontram na UTI. A prefeitura relata, também, 25 casos em análise e 57 descartados.

Em Parauapebas, 265 venceram a doença, 54 seguem internados e 203 estão em confinamento residencial. Além disso, 333 casos foram descartados desde o início da pandemia e 132 continuam sob investigação.

Via Twitter, a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) comunicou, no fim da tarde, que o Hospital de Campanha instalado no Carajás Centro de Convenções estava atendendo 28 pacientes. Desde a sua inauguração, 93 já foram assistidos e 48 receberam alta.

Parauapebas, por seu turno, inaugura nesta terça-feira (19) o Hospital de Campanha levantado por meio de parceria entre a prefeitura e a mineradora Vale para atender apenas pacientes com sintomas da doença.

O hospital inicia com 27 leitos de enfermaria e cinco de estabilização, que é para onde são levados os casos que se agravam, mas não necessitam de UTI. Nos próximos dias, conforme a necessidade de internação, o número de leitos pode aumentar até completar as 100 vagas.

Apesar da decisão, a patrulha continua na vigília em Marabá, quanto ao decreto municipal (Foto: Josseli Carvalho)

LOCKDOWN

Uma edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), publicada na última noite, divulgou o Decreto nº 729 com uma alteração: a retirada do nome de Marabá do rol de municípios que terão ‘lockdown’ de seis dias a partir desta terça-feira (19). A medida não vale para Parauapebas, que cumprirá o bloqueio total.

O decreto também passou por outras alterações, que dizem respeito aos casos de crianças e/ou adolescentes sob guarda compartilhada. Conforme a norma, fica autorizada a realização de um deslocamento por semana entre os genitores, após comprovação da guarda por documento, exceto nos casos em que os envolvidos apresentem sintomas de infecção pelo novo coronavírus.

O decreto deixa claro, ainda, que os serviços delivery de alimentos, sejam eles in natura ou industrializados, de comida pronta, medicamentos, produtos médico-hospitalares, de limpeza e de higiene pessoal, estão autorizados a funcionar 24 horas, ou seja, sem restrição de horário.

Fluxo de pessoas no centro comercial da Marabá Pioneira regrediu na quarentena (Foto: Evangelista Rocha)

ISOLAMENTO

No domingo (17), a taxa de isolamento social em Marabá atingiu 52,8%. Parauapebas ficou de pronto modo atrás, com 51,5%. Esta é a medição mais atualizada da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), repartição da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup).

A nova indicação mostra que a população de Marabá e Parauapebas passou a obedecer às medidas de restrição, visto que no sábado (16) o índice era de 45,3% em ambas as cidades. As taxas ainda estão distantes da meta de 70%.

SITUAÇÃO NO PARÁ

O Pará registrou 112 novas mortes por coronavírus em 24 horas nesta segunda-feira (18), e o número total subiu para 1.392 desde o início da pandemia. Ao todo, são 15.467 casos confirmados da doença no estado. O índice de letalidade é de 8,9%.

O mais recente boletim da Sespa aponta, ainda, 4.750 casos descartados, 234 em análise e 9.752 pacientes que se recuperaram da doença. Isto representa 63% do total de infectados. (Da Redação)

Comentários
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Mais

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Conforme prometido previamente, a categoria dos músicos da noite de Marabá, que estão sem poder trabalhar há várias semanas, em…
Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

O relatório “Transparência das informações ambientais na Amazônia Legal: o acesso à informação e a disponibilização de dados públicos”, lançado…
MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir, nos dias 3 e 4 de maio, as inscrições para as bolsas remanescentes…
Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

A cultura paraense é marcada por forte influência indígena. A contribuição do povo mais antigo no solo brasileiro pode ser…
Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Confusão e negligência no combate à Covid-19 fazem com que a pandemia esteja longe de terminar, mas a situação pode…
MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

Entre os dias 10 e 21 de abril, o Movimento Sem Terra (MST) tem ações afirmativas programadas em torno da…