Correio de Carajás

Servidores são capacitados para lidarem com homens autores de violência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Teve início nesta quarta-feira (9) a capacitações de servidores da Secretaria Municipal da Mulher (Semmu) em torno das abordagens para com agressores e vítimas de violência doméstica, em conjunto com o Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA). O treinamento segue até esta sexta (11) no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup) e a iniciativa faz parte da preparação para o novo Centro de Reabilitação de Homens Autores de Violência (HAVs) do município.

Em entrevista ao Portal Correio de Carajás, a pedagoga Maria do Carmo Pereira, da Semmu e da organização da capacitação, explicou que a reabilitação dos HAVs “é uma política de acompanhamento psicossocial endereçada aos autores da violência em processo de ressocialização” e tem como intuito fazer com que estes homens “não cultuem mais a cultura patriarcal de violência doméstica e contra a mulher”.

Maria do Carmo destaca que a reabilitação trata-se de política de acompanhamento psicossocial
Maria do Carmo destaca que a reabilitação trata-se de política de acompanhamento psicossocial

Maria do Carmo relatou que a capacitação acontece de forma híbrida, com palestras ao vivo e videoconferência fornecidas pelo TJ-PA, e que receberão os treinamentos profissionais da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, do Judiciário, da Psicologia e de toda a rede que fará parte do atendimento do centro de reabilitação.

Leia mais:

A pedagoga também pontuou que os HAVs aptos a participarem das ações de reeducação social são selecionados pelo judiciário, como medida socioeducativa. As mulheres vítimas de violência domésticas também serão endereçadas e na próxima semana haverá também um treinamento para a Patrulha Maria da Penha, responsável pela capacitação protetiva delas.

Ysa Motta destaca a importância da presença dos homens no combate à violência de gênero
Ysa Motta destaca a importância da presença dos homens no combate à violência de gênero

Ysa Motta, socióloga da Semmu, pontuou a importância da desconstrução da violência de gênero. “Às vezes, pessoas reproduzem violência durante a construção da educação de meninos e meninas. Quando trabalhamos nessa capacitação desconstruímos preconceitos e construímos um mundo melhor, não só para mulheres, mas também para homens, que são criados numa sociedade machista e por isso reproduzem o machismo”, completou.

A profissional da Semmu chamou atenção para o quão crucial é capacitar a rede de atendimento às vítimas de violência doméstica por completo, para que o acolhimento a essas vítimas aconteça de forma integral. Ela também ressaltou a importância da presença dos homens no combate à violência de gênero: “Falamos tanto sobre o ensino às meninas sobre o que é assédio e como se defender, mas também é preciso instruir homens e ensiná-los sobre esse tipo de comportamento”.

O guarda municipal Gregório Costa vê com bons olhos o treinamento recebido
O guarda municipal Gregório Costa vê com bons olhos o treinamento recebido

O guarda municipal Gregório Costa participará da capacitação da Semmu e vê com bons olhos o treinamento recebido: “É de suma importância o diálogo com os profissionais da área, ajudando-nos a ter um entendimento melhor em torno da problemática”. Ele disse que o grande desafio para os servidores é transmitir a educação quanto à violência de gênero aos agressores e extinguir a sensação de impotência das vítimas, levando-as a tomar os procedimentos cabíveis perante a lei. (Juliano Corrêa)

Comentários

Mais

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…
Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) liberou, nesta sexta-feira (17), mais 700 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19, produzida no…