Correio de Carajás

Sem Romarinho, Águia tenta milagre diante do Remo

Romarinho desfalca o Águia de Marabá, no jogo de volta, hoje, contra o Clube do Remo/Foto: Ulisses Pompeu

PARAZÃO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Águia de Marabá entra em campo, às 19h, diante do Remo, no Baenão, em Belém, com uma ladeira enorme para subir. Precisa vencer o melhor time do campeonato até aqui por, pelo menos, dois gols de diferença, para levar para os pênaltis, ou três para se classificar diretamente à semifinal do Parazão 2021. No jogo de ida, em Marabá, o Águia perdeu por 3×1 em uma partida recheada de polêmicas, que geraram muitas reclamações, mas também ações concretas por parte da diretoria.

Entre as medidas tomadas pela diretoria aguiana está o pedido de efeito suspensivo para o meia atacante Romarinho, que foi expulso por causa de declarações pesadas que deu, em entrevista à Imprensa, depois que o jogo acabou. Mas a tentativa do Águia não deu resultado, pois o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Pará, Fábio Salgado, indeferiu o pedido. Isso já era de se esperar, afinal Fábio é filho de um certo Ubirajara Salgado, que já foi presidente adivinhe de qual time: Clube do Remo.

No pedido, o Departamento Jurídico do Águia alegou que quando Romarinho concedeu a entrevista o trio de arbitragem já não estava mais em campo e ficou sabendo, no vestiário, que Romarinho havia feito declarações graves contra o trio, a quem o atleta chamou de “bandido”, entre outras expressões, como “arbitragem vergonhosa”.

Leia mais:

Segundo o Águia, mesmo diante da ofensa, a arbitragem não poderia punir o jogador com o cartão vermelho, pois já havia se retirado do campo no momento em que o atleta ainda conversava com a Imprensa e fazia seus desabafos. Acontece, porém, que o presidente do Tribunal entendeu que o Águia não pode provar isso e manteve o jogador suspenso.

Trio Fifa

Mas esta medida não foi a única tomada pela diretoria do Águia. Os cartolas aguianos se mobilizaram e investiram nada menos de R$ 26,5 mil, entre honorários e passagens de avião, para que a partida desta noite seja apitada por um trio Fifa. Esta vitória, fora de campo, o Águia já conseguiu. Resta saber se, logo mais, o Azulão de Marabá vai vencer dentro das quatro linhas também.

(Chagas Filho)

Comentários

Mais

Paralimpíada: delegação brasileira inicia embarque rumo a Tóquio

Paralimpíada: delegação brasileira inicia embarque rumo a Tóquio

A Olimpíada só termina neste domingo (8), mas a Paralimpíada de Tóquio (Japão), que inicia no próximo dia 24, já é realidade para…
Ginástica rítmica do Brasil estreia na Olimpíada de Tóquio nesta sexta

Ginástica rítmica do Brasil estreia na Olimpíada de Tóquio nesta sexta

Os Jogos de Tóquio (Japão) estão chegando ao fim, mas ainda tem estreia pela frente. Nesta sexta-feira (6), a ginástica…
Barcelona oficializa saída de Lionel Messi

Barcelona oficializa saída de Lionel Messi

Fim de uma era: Lionel Messi não vai seguir no Barcelona. Depois de notícias de que o jogador aceitaria redução…
Renan Dal Zotto vê bronze como obrigação após queda: "Temos de estar no pódio"

Renan Dal Zotto vê bronze como obrigação após queda: "Temos de estar no pódio"

A queda brusca naquele terceiro set ainda deve martelar por algum tempo. No próximo sábado, porém, a seleção brasileira vai…
Isaquias Queiroz inicia sonho do ouro na canoagem em Tóquio

Isaquias Queiroz inicia sonho do ouro na canoagem em Tóquio

Esperança de subir ao pódio, o baiano Isaquias Queiroz vai entrar nas águas do Canal Sea Forest, localizado no centro de Tóquio,…
Gabriel Medina vai perder etapa do Mundial em Teahupoo porque não tomou vacina

Gabriel Medina vai perder etapa do Mundial em Teahupoo porque não tomou vacina

Gabriel Medina vai perder a última etapa do Mundial de Surfe em Teahupoo, no Taiti, porque não tomou a vacina…