Correio de Carajás

Seguro-desemprego é reajustado em 3,43%

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no ano passado, informou hoje (18) o Ministério da Economia.

A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro e para os novos benefícios.

Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco parcelas do seguro-desemprego conforme o tempo trabalhado e o número de pedidos do benefício. A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do trabalhador antes da demissão. Caso o trabalhador tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo do caso.

Leia mais:

Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. Quem ganha até R$ 1.531,02 tem direito a 80% do salário médio ou ao salário mínimo, prevalecendo o maior valor. Para remunerações de R$ 1.531,03 a R$ 2.551,96, o seguro-desemprego corresponde a R$ 1.224,82 mais 50% do que exceder R$ 1.531,02.

O beneficiário não pode exercer atividade remunerada, informal ou formal, enquanto recebe o seguro. O trabalhador é obrigado a devolver as parcelas recebidas indevidamente, caso saque o benefício e tenha alguma ocupação.

O trabalhador demitido pode pedir o seguro-desemprego pela internet, no portal Emprega Brasil. É necessário ter em mãos as guias entregues pelo ex-empregador ao homologar a demissão, o termo de rescisão, a carteira de trabalho, o extrato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a identificação do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e documento de identificação com foto. (Agência Brasil)

Mais

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Um morador nada comum deu o “ar da graça” e surpreendeu a população da Folha 6. Um filhote de jacaré…
Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

O prefeito Tião Miranda publicou, no final da tarde desta quinta-feira, 13, uma Nota de Repúdio contra manifestações de sindicalistas…
Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (13), a maior remessa de doses de vacinas contra Covid-19,  com um total…
Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Os proprietários de veículos com final de placas 76 a 96 poderão pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores…
Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Exposição homoerótica é cancelada em Belém e ecoa censura a 'Queermuseu'

Selecionada por um edital do Banco da Amazônia, a exposição “Suaves Brutalidades”, de Henrique Montagne Figueira, tinha um vernissage virtual…
Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

Ataques armados a indígenas contrários à mineração ilegal podem se repetir no Pará, alerta MPF

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu na terça-feira (11) solicitar a órgãos públicos a tomada de medidas para evitar que…