Correio de Carajás

Segup bloqueia acesso de pessoas e carros às praias de Salinópolis

Foto: Ascom / Segup
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Este ano, o feriado de carnaval está diferente em virtude das medidas e protocolos de segurança para conter a proliferação da Covid-19. Um dos locais mais procurados por turistas e frequentadores neste período do ano, Salinas recebe ações integradas dos órgãos de Segurança Pública, para impedir o acesso de pessoas e carros nas praias da cidade. As medidas fazem parte das determinações previstas no decreto estadual n.º 800/2020, que visa o enfrentamento e a prevenção ao novo coronavírus.

Coordenada pela Secretaria de Segurança Publica e Defesa Social do Estado (Segup), a operação conta com a presença de mais de 200 agentes, envolvendo as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e Defesa Civil.

Leia mais:

“De forma integrada, os órgãos de segurança do Estado estão montando barreiras de bloqueios nas vias de acesso às praias, para impedir a entrada dos carros e de pessoas na faixa de areia. Esse bloqueio acontece 24h, de acordo com o estabelecido em decreto. Contamos também com patrulhas e rondas sendo realizadas na faixa de areia, caso algum banhista seja flagrado descomprimido o decreto. Ressaltamos que se houver reincidência, os agentes podem aplicar as medidas punitivas previstas”, ressaltou o secretário adjunto de Operações da Segup, coronel Alexandre Mascarenhas.

Bloqueios – As barreiras estão sendo realizadas na entrada da praia do Atalaia e em mais cinco acessos, entre eles, o atalho da Sofia, Masola e no Farol Velho. Equipes da Polícia Militar realizam rondas na praia, a fim de evitar a permanência de banhistas na faixa de areia.

“Temos bloqueios de vias, tanto nos atalhos da Sofia e no Masola, além da rampa principal da praia do Atalaia e nas duas vias de acesso à praia do Farol Velho. Todos esses cinco pontos estão sendo bloqueados e os banhistas orientados e impedidos de entrar na faixa de areia, evitando aglomeração e a contaminação pelo novo coronavírus”, destacou o secretário.

Decreto – As barreiras instaladas nos acessos às praias de Salinas serão mantidas 24 horas. Serão fiscalizados também os estabelecimentos comerciais liberados para funcionar, desde que obedeçam as medidas preventivas do decreto, como distanciamento, capacidade máxima de 50%, apresentação de no máximo dois músicos e proibição da venda de bebida alcoólica das 22h às 6h. O funcionamento de restaurantes só deve ocorrer até meia-noite. Restaurantes localizados nas praias, com outra via de acesso, podem funcionar. (Ag. Pará)

Foto: Ascom / Segup

Comentários

Mais

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…
Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Antes de iniciar seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro convidou para o palco o vereador Fernando Henrique, de Marabá, e…
Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Festejado por apoiadores em Marabá, que estiveram aos milhares acompanhando seus passos desde o desembarque no aeroporto local, o presidente…
Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Neste sábado (19) todas as unidades de saúde das zonas urbana e rural de Parauapebas abrem das 9 às 17…