Correio de Carajás

Seduc destaca iniciativas que garantem o aprendizado dos estudantes paraenses

Foto: Alex Ribeiro / Ag. Pará

DIA MUNDIAL DA EDUCAÇÃO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Apesar da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o processo educacional teve continuidade através de plataformas digitais e conteúdos impressos

Nesta quarta-feira (28), é comemorado o Dia Mundial da Educação. A data faz alusão ao Fórum Mundial de Educação, ocorrido em 28 de abril de 2020, ocasião em que líderes de 164 países, incluindo o Brasil, decidiram simbolizar o dia unidos por um movimento em prol da educação mundial, com a adoção de metas e compromissos, objetivando avançar os indicadores pedagógicos até 2030.

Desde o início de 2020, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) modificou a rotina, vivência e o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes em todo o país. No entanto, apesar de todas as adversidades que surgiram durante este período, a educação, independentemente da sua modalidade de ensino, se adaptou ao atual contexto sanitário e buscou alternativas e mecanismos que possibilitaram sua continuidade.

No Pará, o Executivo Estadual, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), suspendeu as atividades escolares presencialmente no dia 18 de março de 2020, como uma das medidas de enfrentamento e prevenção à proliferação do vírus. Neste sentido, com o intuito de minimizar os impactos da pandemia na educação dos estudantes paraenses, a Seduc está desenvolvendo diversas iniciativas pedagógicas de maneira tradicional e com o auxílio da internet.

Leia mais:

TODOS EM CASA PELA EDUCAÇÃO

O ano letivo de 2021, na rede estadual de ensino, teve início no dia 3 de fevereiro, ainda com atividades de maneira não presenciais, em obediência aos protocolos sanitários recomendados pelos órgãos de saúde pública e devido ao atual cenário epidemiológico do estado.

Neste sentido, a Seduc está dando continuidade ao movimento “Todos em Casa Pela Educação”, iniciativa que consiste na disponibilização de videoaulas pela TV Cultura do Pará, áudios educativos por meio do Seducast, conteúdos de aprendizagens pelo Para Casa, cadernos de atividades estruturantes e compêndios (impressos), além da plataforma digital Enem Pará, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet).

INVESTIMENTOS

Reconstrução e Novas Escolas – Com o objetivo de garantir espaços de aprendizagem confortáveis, modernos e seguros, o Governo do Estado, por meio da Seduc, tem investido consideravelmente na construção, reconstrução e ampliação das unidades escolares da rede estadual. Até o momento, 57 escolas já foram devolvidas à comunidade escolar e outras dezenas se encontram em processo de finalização ou com serviços em execução, com previsão de serem entregues ainda este ano.

Formação Continuada – Não há como pensar em educação sem a presença dos professores. Apesar das limitações impostas pela pandemia, mais de 15 mil educadores paraenses participaram de cursos de formação continuada, em 2020, por meio do Centro de Formação dos Profissionais da Educação Básica do Estado do Pará (Cefor). Com o auxílio de diversas ferramentas digitais, 60 cursos foram ofertados ao longo de todo o ano, o que representa mais de 3.600 horas de capacitações.

Chips de Internet – Visando assegurar a aprendizagem e a competitividade dos 105 mil alunos concluintes do Ensino Médio, que iam fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Dessa forma, o Governo do Pará, através da Seduc, distribuiu para esses estudantes chips de internet, com franquia de 20 GB de dados, que permitiam o acesso às aulas online, aos conteúdos educacionais disponibilizados pela secretaria, entre outras plataformas digitais de estudo.

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, diversas iniciativas já foram desenvolvidas e, muitas outras serão disponibilizadas aos estudantes paraenses ainda este ano, com o intuito de assegurar a aprendizagem, além da competitividade desses alunos em provas, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), entre outros processos seletivos.

A titular da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen), Regina Pantoja, destacou a importância que o processo educacional tem na vida dos alunos. A dirigente ainda disse que, mais do que ensinar, a educação transforma a sociedade, constrói cidadãos conscientes dos seus direitos e deveres, além de impactar também nas demais pessoas ao redor.

“A educação gera valores essenciais para a vida em sociedade, porque vai para além do ambiente escolar. O conhecimento é algo tão importante em nossas vidas, porque ele transforma, ajuda a escrever uma nova história e, principalmente, na construção social das pessoas impactadas. Sabemos que as desigualdades sociais são muito marcantes, porém, é através da educação que nós temos a oportunidade de nos reinventar dentro desse processo”, enfatizou.

A secretária adjunta de Ensino ainda afirma que, “fazer educação é transformar vidas, e o Governo do Pará, através da Seduc, está oportunizando que nós possamos transformar a vida dos nossos alunos, das suas famílias, dos nossos colegas professores e também a vida de nós gestores. Eu lembro muito da minha infância, principalmente de uma frase que minha mãe sempre dizia: “O seu saber, ninguém rouba”. Portanto, foi pela educação que eu conquistei o meu espaço, foi por amar a educação que eu escolhi a minha profissão, que é ser professora, e foi pela educação que hoje eu estou aqui, representando a Secretaria de Estado de Educação, por meio da Saen”, finalizou Regina Pantoja. (Agência Pará)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…