Correio de Carajás

São João: Tribunal reintegra João Neto ao cargo de prefeito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O prefeito de São João do Araguaia, João Neto, foi reintegrado ao cargo na manhã desta terça-feira (1º), por decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Pará. A defesa dele, após não obter sucesso em recurso na Comarca, ingressou com um agravo de instrumento, com pedido de liminar de efeito suspensivo, direto ao TJPA em Belém. O pedido foi deferido nesta manhã (1º/8) pelo desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, da segunda turma do Direito Público.

O prefeito havia sido afastado do cargo por decisão da Câmara Municipal em sessão extraordinária no dia 21 de julho, após leitura de um relatório de comissão processante. Nas contas dos advogados de João Neto, no entanto, ele só foi efetivamente afastado no dia 25, quando a decisão da CMSJA foi publicada no Diário Oficial. Com isso, o gestor volta à função exatamente uma semana após o seu afastamento.

Nesse período, o município estava sendo governado pelo maior desafeto de João Neto no momento, o vice-prefeitoFrancisco José Batista de Lima, o Chiquinho, que seria o principal articulador junto à Câmara pela queda do prefeito.

Leia mais:

Segundo o advogado Claudio Correio Neto, representante do prefeito, em telefonema ao Portal CORREIO de Carajás, a providência é imediata e ele já estava a caminho da Câmara Municipal na manhã de hoje para entregar cópia da decisão. (Da Redação)

O prefeito de São João do Araguaia, João Neto, foi reintegrado ao cargo na manhã desta terça-feira (1º), por decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Pará. A defesa dele, após não obter sucesso em recurso na Comarca, ingressou com um agravo de instrumento, com pedido de liminar de efeito suspensivo, direto ao TJPA em Belém. O pedido foi deferido nesta manhã (1º/8) pelo desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, da segunda turma do Direito Público.

O prefeito havia sido afastado do cargo por decisão da Câmara Municipal em sessão extraordinária no dia 21 de julho, após leitura de um relatório de comissão processante. Nas contas dos advogados de João Neto, no entanto, ele só foi efetivamente afastado no dia 25, quando a decisão da CMSJA foi publicada no Diário Oficial. Com isso, o gestor volta à função exatamente uma semana após o seu afastamento.

Nesse período, o município estava sendo governado pelo maior desafeto de João Neto no momento, o vice-prefeitoFrancisco José Batista de Lima, o Chiquinho, que seria o principal articulador junto à Câmara pela queda do prefeito.

Segundo o advogado Claudio Correio Neto, representante do prefeito, em telefonema ao Portal CORREIO de Carajás, a providência é imediata e ele já estava a caminho da Câmara Municipal na manhã de hoje para entregar cópia da decisão. (Da Redação)

Comentários

Mais

STF confirma decisão de Barroso sobre abrir CPI da Pandemia

STF confirma decisão de Barroso sobre abrir CPI da Pandemia

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (14), por 10 votos a 1, referendar a decisão do ministro Luís Roberto Barroso que…
Meio Ambiente assina protocolo de adoção de parque localizado no Pará

Meio Ambiente assina protocolo de adoção de parque localizado no Pará

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) assinou hoje (14) o protocolo de intenções com a empresa MRV Engenharia para a…
Decreto inclui Correios no Programa Nacional de Desestatização

Decreto inclui Correios no Programa Nacional de Desestatização

O presidente Jair Bolsonaro incluiu os Correios no Programa Nacional de Desestatização (PND). O decreto foi publicado hoje 14) no Diário…
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

O governo norte-americano anunciou hoje (14) que vai retirar todos os soldados norte-americanos do Afeganistão até 11 de setembro. Os Estados…
Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios

Senado aprova uso de verbas de saúde por estados e municípios

O Senado aprovou nesta terça-feira (13) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 10/2021, que estende até o fim deste ano…
Senado aprova formulário de registro de violência doméstica e familiar

Senado aprova formulário de registro de violência doméstica e familiar

O Senado aprovou nesta terça-feira (13) um projeto de lei que cria o Formulário Nacional de Avaliação de Risco. Esse…