Correio de Carajás

Samaritano deve responder a mais processos por extorsão

Mais de 300 documentos estavam na casa do agentes de trânsito / Foto: Ronaldo Modesto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Após a Polícia Civil encontrar mais de 300 documentos de pessoas e veículos na casa do agente de trânsito do Detran Diógenes Samaritano, o delegado Gabriel Henrique informou que isso deve gerar mais processos contra o servidor por extorsão e prevaricação.

A farta documentação foi encontrada na tarde de ontem, terça-feira, 2, após uma pessoa registrar Boletim de Ocorrência denunciado que teve os documentos retidos pelo agente, que pediu dinheiro para liberá-los.

Diógenes foi preso no último domingo, 31, acusado de matar a mulher, Dayse Dyana, jogando ela pela janela do segundo andar da casa onde moravam, no Bairro Parque dos Carajás, em Parauapebas. Ele teve a prisão preventiva homologada pela Justiça e está custodiado em uma cela para presos com bom comportamento na Carceragem do Rio Verde.

Leia mais:

De acordo com o delegado Gabriel Henrique Alves, diretor da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas, que conduz as investigações sobre a morte de Dayse Dyana, uma das vítimas de extorsão por parte de Samaritano registrou um Boletim de Ocorrência informando que o agente do Detran havia apreendido o documento de uma motocicleta dele e exigiu R$ 200,00 para devolvê-lo e não guinchar o veículo, que estava com documento atrasado e estava sendo pilotado por um menor de idade.

A vítima detalhou que conseguiu arrumar R$ 150,00 e o agente ficou com raiva, o chamou de incompetente e sem palavra e ficou com a CNH dele e com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) da moto. “Após essa denúncia nós entramos em contato com a família da Dayse Dyana, que está com as chaves da casa onde ela morava com ele e onde aconteceu o crime, e pedimos para entrar no imóvel e tentar encontrar esses documentos. Para nossa surpresa, havia diversos documentos em quase todos os cômodos da casa. Tinha documento no quarto de hóspede, do casal, na dispensa e até no quarto da criança”, informa o delegado.

Segundo ele, foi instaurado um inquérito policial para apurar o caso e ele pede a quem teve o documento confiscado pelo agente sob ameaça de extorsão, que procure a delegacia para registrar o caso e pegar seus documentos. “A gente vai saber com as vítimas como se deu o fato, para ver qual a tipificação legal do crime em que o agente será enquadrado. Pode ser corrupção passiva, concussão ou prevaricação”, frisou Gabriel.

Ainda de acordo com o delegado, com base no que for apurado, pode ser solicitada a prisão do agente pelos crimes. O crime de concussão tem pena de reclusão de 2 a 8 anos, e multa.

Diógenes já responde a processos por corrução passiva e abuso de autoridade. O processo por corrução passiva já está em fase de ser sentenciado pela justiça. Entres os documentos apreendidos estão Carteiras de Identidade, DUT’s e Certificados de Registro e licenciamento de Veículos.

No caso da morte de Dayse Dyana, Gabriel Henrique explica que está ainda levantando informações, ouvindo testemunhas, vizinhos e amigos do casal. Depois ele vai ouvir o acusado. 

Além do delegado Gabriel Henrique, participaram da operação que realizou a apreensão de documentos as delegadas Ana Carolina, Yanna Azevedo e o delegado José Aquino. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

"Lata Velha" atropela “motovan” e criança fica em estado grave

"Lata Velha" atropela “motovan” e criança fica em estado grave

Um acidente entre uma caminhonete modelo F-4000 e um mototaxista com dois passageiros aconteceu por volta das 15 horas desta…
Depoimento: adolescente teria sido isca na morte de bombeiro

Depoimento: adolescente teria sido isca na morte de bombeiro

As investigações sobre o caso que levou à descoberta do “cemitério clandestino” em Ananindeua continuam. Dessa vez, mais um um…
Moradores do Infraero temem despejo

Moradores do Infraero temem despejo

Na manhã desta quarta-feira (16), moradores do Bairro Infraero (Núcleo Cidade Nova, Marabá) fizeram imagens de viaturas da Polícia Federal…
Militares salvam bebê que estava engasgado

Militares salvam bebê que estava engasgado

Em Tucuruí, no Sudeste do Estado, uma bebê recém-nascida foi salva na manhã de ontem, 15, por militares do 13°…
Traficante é preso com cocaína entre as nádegas

Traficante é preso com cocaína entre as nádegas

João Paulo Gonçalves dos Santos foi preso por tráfico de drogas, na Estrada VS-10, em trecho atrás de um supermercado,…
Caçadores são presos com carne de veado e por porte ilegal de arma de fogo

Caçadores são presos com carne de veado e por porte ilegal de arma de fogo

Dois homens foram presos por porte ilegal de armas de fogo e munições e crime contra a fauna, em Conceição…