Correio de Carajás

Ronda Política 05/09/19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Alvo de críticas nas redes sociais nesta quarta-feira, 4, a vereadora Irismar Melo foi comparada à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Não exatamente por Irismar ser evangélica, como a polêmica Damares, mas por ter solicitado que órgãos de segurança façam monitoramento das festas promovidas pelas Atléticas em Marabá.

Com um exemplar do Jornal CORREIO na mão, a vereadora mostrou a reportagem que apresenta as Atléticas, que são oriundas de cursos universitários e que têm crescido na cidade com a promoção de festas regadas a bebida alcóolica. Segundo Irismar, muitos pais a procuraram revelando que seus filhos menores de idade estão sendo influenciados por amigos a irem nesse tipo de festa. “O nome dela parece ser Irismares”, dizia um internauta via Twitter.

O pedido do prefeito Tião Miranda para contrair empréstimo de R$ 72 milhões para aplicar na construção de uma ponte sobre o Rio Itacaiunas, à altura da Folha 33, próximo ao Quartel do 4º Batalhão de Polícia Militar, está dando o que falar entre grupos contrários a ele. O referido projeto chegou à Câmara esta semana e já tramita nas comissões internas. Paralelamente, há muitos vereadores que são favoráveis e alguns contra, como é o caso de Ilker Moraes, que espera um amplo debate na Casa sobre o assunto. O rolo compressor já está com chave na ignição.

Leia mais:

Enquanto isso, em Belém, a Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira, a autorização, para o Executivo, que autoriza o Estado a contrair um empréstimo de R$ 537,6 milhões junto ao Banco do Brasil para investimentos em obras por quase todo o Estado.

Entre as obras previstas com o empréstimo de R$ 537,6 milhões, está a construção do Pronto Socorro do Bengui, em Belém, no valor de R$ 33 milhões; a reforma e reaparelhamento de dois importantes hospitais paraenses: o Ophir Loyola, que já foi referência no tratamento de câncer, e o “Gaspar Viana”, que há anos padecem com a falta de investimentos.

Com 68,8 milhões, o governo irá substituir 76 pontes de madeira por concreto em várias regiões. Em Carajás, serão contemplados os municípios de Brejo Grande do Araguaia, Canaã dos Carajás, Curionópolis e São Domingos do Araguaia. No Marajó, praticamente serão reformados todos os terminais hidroviários de passageiros.

Covid em Marabá

Após vários dias sem vagas de UTI em Marabá, ontem a situação passou a dar mostras de esperança: era de…

Repórter Correio

Covid no Pará Até esta sexta-feira, dia 7, de acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), eram…

Covid em Marabá

Covid em Marabá Os leitos de UTI seguem com 100% de ocupação em Marabá, ou seja, 50 em 50 existentes.…

Repórter Correio

Enchente Embora lentamente, o nível do Rio Tocantins voltou a apresentar baixa e ontem estava em 8,34 metros acima do…

Repórter Correio

Covid no Pará O balanço da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) divulgado nesta sexta-feira (30/4), sobre a covid-19…

Repórter Correio

Alok no Pará Tido como o DJ mais importante, conhecido e requisitado do mundo, o brasileiro Alok está no Pará.…