Correio de Carajás

Repórter Correio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

15 anos da Sinobras

Um evento para convidados na manhã deste dia 4 de novembro, no auditório da sede da empresa, marcará a comemoração dos 15 anos da Sinobras. Segundo o convite, que a siderúrgica fez chegar à diretoria do Grupo Correio, será uma conversa sobre a trajetória até aqui e os projetos futuros.

Expandindo

Leia mais:

Atento as oportunidades e arrojado, o jovem empresário Ergino Ferreira inaugura nesta quinta-feira (4) mais uma filial da sua loja A Principal Bebê & Mamãe. Desta vez será no Bairro São Félix, à margem da BR-222.

Perto do fim

À medida que a onda provocada pela variante delta diminui em muitas regiões do mundo, cientistas estão mapeando quando, e onde, a covid-19 fará a transição para uma doença endêmica em 2022. Eles acreditam que os primeiros países a emergirem da pandemia terão tido uma combinação de altos índices de vacinação e de imunidade entre pessoas que foram infectadas pelo coronavírus, como Estados Unidos, Reino Unido, Portugal e Índia. Mas os cientistas também alertam que o SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19, permanece como um agente imprevisível que sofre mutações enquanto se espalha pelas populações não vacinadas.

Controle

Nenhum dos especialistas ouvidos descarta completamente o que alguns chamaram de “cenário do Juízo Final”, no qual o vírus passaria por mutações a ponto de conseguir escapar da imunidade duramente conquistada. Ainda assim, eles expressaram uma confiança crescente de que muitos países terão deixado o pior da pandemia para trás no próximo ano. “Nós acreditamos que entre agora e o fim de 2022, esse é o ponto em que teremos controle sobre o vírus… em que podemos reduzir significativamente os casos graves e os óbitos da doença”, contou a epidemiologista que lidera a resposta à Covid-19 da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove.

Sem máscaras

O governo do estado de São Paulo pode liberar o uso de máscaras em locais abertos em 1º de dezembro. A informação foi dada durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (3) e depende de indicadores da pandemia e do andamento da vacinação contra a covid-19. Conforme revelou a CNN, a prefeitura de São Paulo já estudava flexibilizar do uso de máscaras – em locais abertos – após a conclusão da vacinação contra a Covid-19 em adultos e adolescentes acima de 12 anos. Brasília também já estreou a flexibilização para locais abertos.

Semear

A Secretaria Executiva da Lei Semear vai promover uma roda de diálogos em Marabá. A programação é uma realização do Governo do Estado por meio da Fundação Cultural do Pará, e ocorrerá nos dias 10 e 11 de novembro. A ação faz parte da expansão da Lei Semear pelos municípios paraenses, e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Marabá e da Associação Comercial e Industrial da cidade. A roda de diálogos tem o objetivo de promover a interação entre fazedores de cultura e empresários inovadores que sejam potenciais patrocinadores, possibilitando o desdobramento do programa de incentivo em diversas regiões de integração do estado.

Comentários
Alagamento no centro

Alagamento no centro

Dias de temporal sempre costumam revelar muitos problemas na área urbana. Foi o que aconteceu ontem (3) para queixa do…
Trânsito louco

Trânsito louco

Ocorrência de trânsito na tarde de ontem, na BR-222, na Nova Marabá, por pouco não acaba em morte. Uma carreta…
Perigo no semáforo

Perigo no semáforo

Na mesma semana em que o trecho urbano da BR-230 viu acontecer acidente grave com perda de vidas humanas, o…
Sem água

Sem água

O CORREIO foi procurado por moradores do Bairro Infraero chateados por não terem acesso a água potável há 20 dias.…
Radar reativado

Radar reativado

Um dos poucos e principais radares de controle de velocidade na área urbana de Marabá voltou a funcionar, após mais…
Terra indígenas

Terra indígenas

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública na Terra Indígena Kawahiva…