Correio de Carajás

Repórter Correio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Covid no Pará

O Pará registrou, nesta segunda-feira (19), um total de 453.979 casos de Covid-19 e 12.019 mortes. De acordo com o boletim da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), foram confirmados mais 2.787 casos de Covid-19 e 119 mortes. Nos últimos sete dias, foram confirmados 285 novos casos e 38 óbitos, além de 2502 casos e 81 óbitos ocorridos em dias anteriores.

Covid no Pará II

Leia mais:

O Pará possui, até então, 423.594 recuperados, 78.279 casos descartados e 383 casos em análise. Em relação à ocupação de leitos na rede estadual, o Pará tem 53% dos 1.250 leitos clínicos e 80% dos 770 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados. A Sespa informou que foram realizados 659.381 testes rápidos e 198.812 testes de PCR para Covid-19.

Enchente

Como adiantado por aqui, na última edição do CORREIO, o nível do Rio Tocantins teve pequenas variações no final de semana e, ontem (19), fechou o dia em 8,20 metros acima do normal. A Defesa Civil do Município, por outro lado, disse já ter desmobilizado os abrigos públicos, com a volta dos flagelados a suas residências. No domingo, as últimas três famílias deixaram o abrigo da pracinha do Bairro de Santa Rosa, sendo as últimas a retornarem para as residências após a baixa do nível dos rios.

Abrigos desmontados

De acordo com Jairo Milhomem, coordenador da Defesa Civil, todas as famílias receberam algum tipo de atendimento por parte da defesa civil. O acompanhamento nos abrigos era feito diariamente. Ao todo mais de 500 famílias receberam assistência da Prefeitura durante o período de enchente. Neste ano o nível chegou a 11,06 metros, atingindo 631 famílias, sendo que 289 famílias foram atendidas nos abrigos públicos.

Maquininhas

Programa que socorreu empreendedores e pequenos negócios afetados pela pandemia de covid-19, o Programa Emergencial de Acesso a Crédito com Garantia de Recebíveis (Peac Maquininhas) emprestou R$ 3,19 bilhões no período de funcionamento, entre 15 de outubro e 31 de dezembro do ano passado. O valor foi divulgado hoje (19) pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia.

MEI

Nesse período, 112.161 operações foram realizadas. No Peac Maquininhas, os bancos emprestavam recursos a microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenos empresários. Em troca, as instituições financeiras recebiam, como garantia, os recebíveis (recursos a receber) gerados pelas maquininhas de cartão.

Móvel x fixo

A Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua: Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone celular para uso pessoal 2019 (#PNADTIC2019) mostrou a predominância do uso de telefones móveis nos domicílios brasileiros: enquanto o percentual de domicílios com telefone fixo convencional era de apenas 24,4%, os aparelhos celulares eram presentes em 94% dos lares do país. Em termos de grandes regiões, o Sudeste aparece na liderança quanto ao número de linhas fixas (35,6% dos domicílios), e o Norte no fim da lista (com apenas 8,0%). Já o maior percentual de domicílios com telefones móveis foi observado na região Centro-Oeste (97,1% dos domicílios), e o menor, no Nordeste (90,5%).

Covid em Marabá

Após vários dias sem vagas de UTI em Marabá, ontem a situação passou a dar mostras de esperança: era de…

Repórter Correio

Covid no Pará Até esta sexta-feira, dia 7, de acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), eram…

Covid em Marabá

Covid em Marabá Os leitos de UTI seguem com 100% de ocupação em Marabá, ou seja, 50 em 50 existentes.…

Repórter Correio

Enchente Embora lentamente, o nível do Rio Tocantins voltou a apresentar baixa e ontem estava em 8,34 metros acima do…

Repórter Correio

Covid no Pará O balanço da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) divulgado nesta sexta-feira (30/4), sobre a covid-19…

Repórter Correio

Alok no Pará Tido como o DJ mais importante, conhecido e requisitado do mundo, o brasileiro Alok está no Pará.…