Correio de Carajás

Repórter Correio 22/10/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Grande vitória

A Secretaria de Segurança Pública do Pará confirmou ontem a imediata providência do funcionamento da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) no regime de plantões 24 horas e finais de semana. Essa é uma antiga reivindicação da comunidade de Marabá, expressa em inúmeras reportagens aqui do CORREIO. A boa nova, tão logo chegou a público, foi imensamente comemorada por representantes de entidades de defesa da mulher.

Plantão

Leia mais:

Como dito, o que foi firmado agora foi o plantão, que já garantirá o atendimento imediato, mas a solução definitiva, segundo o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, só virá com o advento de mais policiais, o que está sendo providenciado pelo Estado. No último mês, uma comissão de lideranças femininas de Marabá havia visitado o secretário, em Belém, e entregue uma carta onde a Deam 24 horas era uma das reivindicações.

Terra indígena

A Justiça Federal de Redenção, no sudeste do Pará, concedeu uma liminar favorável a uma ação do Ministério Público Federal (MPF) e suspendeu uma instrução normativa da Fundação Nacional do Índio (Funai) que permitia a grilagem de terras em terras indígenas no Pará. Decisão impede registros de propriedades rurais nos limites de terras indígenas do município, no sudeste do estado. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (21).

Terra indígena II

Segundo o MPF, com a decisão, as terras indígenas ainda não homologadas na região voltam a integrar o Sistema de Gestão Fundiária (Sigef) e o Sistema de Cadastro Ambiental Rural (Sicar) e ficam impedidos registros de propriedades rurais dentro dos seus limites. A Justiça Federal considera que a portaria da Funai, “ao permitir a emissão de Declaração de Reconhecimento de Limites de propriedades privadas sobrepostas a terras indígenas em processo de homologação gera insegurança jurídica, com potencial para causar conflitos fundiários envolvendo índios e não índios”.

Até tu?

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, testou positivo para covid-19, segundo nota divulgada nesta quarta-feira (21) pela própria pasta. De acordo com o comunicado, por volta das 23 horas dos dia 20, Pazuello foi submetido a exames clínicos médicos que confirmaram o diagnóstico. O teste PCR, que identifica o vírus de forma ativa, também foi realizado, mas o resultado ainda não foi liberado. O estado de saúde do ministro, segundo a pasta, é estável. Pazuello está no Hotel de Trânsito de Oficiais do Exército, onde reside, em Brasília, e é monitorado por uma equipe multiprofissional

Comentários

Repórter Correio 17/06/2021

Vacina e alívio Tão logo a Prefeitura de Marabá confirmou ontem que vai iniciar no final de semana a vacinação…

Repórter Correio 15/06/2021

    Exame de Ordem O Exame de Ordem Unificado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pela primeira vez…

Repórter Correio 12/06/2021

Covid no Pará O Pará registrava até esta sexta-feira (11) um total de 533.496 casos de covid-19 e 14.946 mortes…

Repórter Correio 10/06/2021

Partage expandindo Proprietário dos shoppings de Marabá e de Parauapebas, o grupo Partage segue com apetite no mercado e, em…

Repórter Correio 08/06/2021

Movimentou Marabá Milhares de candidatos a uma vaga de praça da Polícia Militar do Pará passaram por Marabá no final…

Repórter Correio 07/06/2021

Colapso de reservatórios Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de…