Correio de Carajás

Renegados apresenta “cartão de visita” do Campeonato Marabaense

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Márcio Aquino

 

O Campeonato Marabaense da Primeira Divisão começou sem surpresa na tarde de sábado, no estádio Zinho Oliveira. O Renegados, campeão do ano passado, estreou com vitória sobre o Morada Nova por 2 a 0, enquanto no segundo jogo, o MEC ganhou de 2 a 1 do Águia Dourada.

Leia mais:

A partida começou equilibrada, com as duas equipes buscando jogadas de ataque, mas o Renegados (time do bairro Santa Rosa) era levemente melhor, pois tinha mais qualidade no ataque e levava mais perigo ao gol com investidas do velocista Romarinho, dos experientes Vasconcelos e Murilo. O Morada Nova tentava marcar nos contra-ataques, puxado quase sempre pelo meia Jackson, Walison e Romarinho, mas pecava nas finalizações.

Após a metade da primeira etapa veio o primeiro gol, depois de um toque açucarado de Churrasco, Vasconcelos não perdoou e marcou contra seu ex-clube. O primeiro tempo seguiu com as duas equipes se revezando no ataque, mas acabou em 1 a 0.

A segunda etapa começou com o Morada Nova pressionando, pois a entrada do meia Preto deixou o time mais leve, Romarinho até chegou a marcar, mas teve um gol anulado com o impedimento. O Renegados procurava gastar o tempo com toque de bola e próximo ao fim do jogo encaixou um contra-ataque com o “endiabrado” Romarinho, que dava dribles desconcertantes na defesa do Morada Nova e foi coroado com um gol que deu números finais à partida.

O segundo jogo foi entrando pela noite entre MEC e Águia Dourada. O primeiro, dirigido por João Salvador, levava certo favoritismo e marcou logo no início da partida e ainda teve ótimas oportunidades desperdiçadas pelo ataque, dando a entender que o jogo seria fácil, mas ficou morno e o primeiro tempo terminou sem grandes emoções.

O segundo tempo começou com mais movimentação, pois o Águia, da Vila Brejo do Meio, buscava mais o ataque e não demorou muito o centroavante Gilberto Bebezão brigou pela bola, ganhou na raça e tocou para o companheiro Maciel marcar e deixar o placar igual.

Mas a comemoração do Águia durou pouco tempo, pois logo na saída de meio de campo o MEC se lançou ao ataque e chegou ao gol através do jogador Wilker, que se redimiu após ter perdido boas oportunidades.

O Águia Dourada colocou em campo o velocista Kalil, menino jovem que tá estreando na Primeirona. O atacante colocou correria no jogo, mas o Águia pecava nas finalizações, e em uma delas o craque Pequeno recebeu a bola de Kalil, deixou o zagueiro sentado e tentou um toque de cobertura, mas a bola foi caprichosamente para fora.

A melhor chance do Águia veio de um pênalti, depois que a bola pegou na mão do zagueiro Neto. Gilberto Bebezão, o mais experiente do time, chamou a responsabilidade e bateu o “penal”, defendido pelo goleirão Raidon, que já tinha feito outras ótimas defesas e que garantiu a vitória do MEC, com o placar selado de 2 a 1 para o Águia Dourada.

A rodada prossegue nesta terça-feira com mais um confronto ente Bangu e PSG. O primeiro time tem quase oito décadas de história e muitos títulos no currículo, mas em 2017 chega com uma equipe modesta. Já o PSG, equipe que debuta na Primeira Divisão, promete um time aguerrido para representar bem a Folha 29 no Campeonato Marabaense da 1ª Divisão.

Márcio Aquino

 

O Campeonato Marabaense da Primeira Divisão começou sem surpresa na tarde de sábado, no estádio Zinho Oliveira. O Renegados, campeão do ano passado, estreou com vitória sobre o Morada Nova por 2 a 0, enquanto no segundo jogo, o MEC ganhou de 2 a 1 do Águia Dourada.

A partida começou equilibrada, com as duas equipes buscando jogadas de ataque, mas o Renegados (time do bairro Santa Rosa) era levemente melhor, pois tinha mais qualidade no ataque e levava mais perigo ao gol com investidas do velocista Romarinho, dos experientes Vasconcelos e Murilo. O Morada Nova tentava marcar nos contra-ataques, puxado quase sempre pelo meia Jackson, Walison e Romarinho, mas pecava nas finalizações.

Após a metade da primeira etapa veio o primeiro gol, depois de um toque açucarado de Churrasco, Vasconcelos não perdoou e marcou contra seu ex-clube. O primeiro tempo seguiu com as duas equipes se revezando no ataque, mas acabou em 1 a 0.

A segunda etapa começou com o Morada Nova pressionando, pois a entrada do meia Preto deixou o time mais leve, Romarinho até chegou a marcar, mas teve um gol anulado com o impedimento. O Renegados procurava gastar o tempo com toque de bola e próximo ao fim do jogo encaixou um contra-ataque com o “endiabrado” Romarinho, que dava dribles desconcertantes na defesa do Morada Nova e foi coroado com um gol que deu números finais à partida.

O segundo jogo foi entrando pela noite entre MEC e Águia Dourada. O primeiro, dirigido por João Salvador, levava certo favoritismo e marcou logo no início da partida e ainda teve ótimas oportunidades desperdiçadas pelo ataque, dando a entender que o jogo seria fácil, mas ficou morno e o primeiro tempo terminou sem grandes emoções.

O segundo tempo começou com mais movimentação, pois o Águia, da Vila Brejo do Meio, buscava mais o ataque e não demorou muito o centroavante Gilberto Bebezão brigou pela bola, ganhou na raça e tocou para o companheiro Maciel marcar e deixar o placar igual.

Mas a comemoração do Águia durou pouco tempo, pois logo na saída de meio de campo o MEC se lançou ao ataque e chegou ao gol através do jogador Wilker, que se redimiu após ter perdido boas oportunidades.

O Águia Dourada colocou em campo o velocista Kalil, menino jovem que tá estreando na Primeirona. O atacante colocou correria no jogo, mas o Águia pecava nas finalizações, e em uma delas o craque Pequeno recebeu a bola de Kalil, deixou o zagueiro sentado e tentou um toque de cobertura, mas a bola foi caprichosamente para fora.

A melhor chance do Águia veio de um pênalti, depois que a bola pegou na mão do zagueiro Neto. Gilberto Bebezão, o mais experiente do time, chamou a responsabilidade e bateu o “penal”, defendido pelo goleirão Raidon, que já tinha feito outras ótimas defesas e que garantiu a vitória do MEC, com o placar selado de 2 a 1 para o Águia Dourada.

A rodada prossegue nesta terça-feira com mais um confronto ente Bangu e PSG. O primeiro time tem quase oito décadas de história e muitos títulos no currículo, mas em 2017 chega com uma equipe modesta. Já o PSG, equipe que debuta na Primeira Divisão, promete um time aguerrido para representar bem a Folha 29 no Campeonato Marabaense da 1ª Divisão.

Comentários

Mais

Renato Portaluppi não é mais técnico do Grêmio

Renato Portaluppi não é mais técnico do Grêmio

Após reunião da diretoria do Grêmio na manhã desta quinta-feira, a decisão foi de que o técnico Renato Portaluppi não seguirá…
Na ponta dos casos

Na ponta dos casos

Boa parte do elenco do Águia fez trabalho intenso em academia para melhorar a parte física. É sinal de que…
Nos pênaltis, Remo bate CSA em Maceió e segue na Copa do Brasil

Nos pênaltis, Remo bate CSA em Maceió e segue na Copa do Brasil

O Remo se classificou à terceira fase da Copa do Brasil. Nesta terça-feira (13), o Leão Azul derrotou o CSA…
E o Águia? Será se classifica?

E o Águia? Será se classifica?

No dia da cerimônia de apresentação do elenco do Águia, eu questionei o técnico João Galvão sobre qual a estratégia…
Conmebol anuncia doação de 50 mil vacinas da Sinovac para jogadores

Conmebol anuncia doação de 50 mil vacinas da Sinovac para jogadores

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) disse que receberá 50 mil doses de vacinas contra covid-19 doadas pelo laboratório chinês…
Com seis brasileiros, Copa Sul-Americana começa no dia 20 de abril

Com seis brasileiros, Copa Sul-Americana começa no dia 20 de abril

Os seis times brasileiros classificados para a atual edição da Copa Sul-Americana ficaram sabendo nesta segunda-feira (12) as datas das…