Foto: O Liberal
Ads

O Remo perdeu para Tombense-MG, na noite desta quinta-feira, no Mangueirão. A derrota fez o Leão ficar sem os três pontos que aumentariam a chance de classificação para a próxima fase da Série C. Os gols da vitória de 2 a 0 do Gavião foram marcados no segundo tempo, por Everton e Willian Rocha. O resultado ainda fez o time mineiro quebrar a sequência de cinco jogos sem vitória na competição.

Ads

Por enquanto, o Remo continua sendo o terceiro colocado do grupo B, com 22 pontos. Mas pode sair do G4 no final da rodada. Já o Tombense subiu para a sétima posição, com 17 pontos.

O Remo vai começar a se preparar para um confronto direto e longe de casa. O jogo será contra o Volta Redonda-RJ, na outra sexta-feira (9), às 20 horas, no estádio Raulino de Oliveira. O Tombense enfrenta o Juventude, na outra quinta-feira (8), às 20 horas, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Remo cria, mas não marca

Remo criou várias situações no primeiro tempo. No entanto, errava o último passe. Foi assim quando Carioca cabeceou para a área e Ramires não conseguiu finalizar de forma precisa. Emerson Carioca ainda teve outra chance. Ele recebeu e bateu forte para o gol. Mas a bola atingiu a rede do lado de fora.

Contra-ataque perigoso para o Leão

O time azulino foi tentando e, ao mesmo tempo, se protegia do contra-ataque do adversário, que também não conseguiu boas finalizações. A melhor chance do Tombense foi aos 24 minutos, quando Everton bateu forte uma falta e Vinícius pegou.

Substituição logo no início

Ainda no primeiro tempo, o Remo precisou fazer queimar uma substituição. O meia Garré escorregou no gramado e se lesionou. Inclusive, há suspeita de fratura e o jogador foi encaminhado para fazer exames de imagem. Alex Sandro entrou no lugar do meio-campista.

Gol do Gavião Mineiro

Aos 3 minutos do segundo tempo, o Tombense mostrou que corrigiu os erros nos vestiários, ao abrir o placar no Mangueirão. Em bola alçada na área, Fredson cortou mal e sobra ficou com Everton, na meia-lua. Ele bateu no ângulo, sem chances para defesa de Vinícius.

Nervosismo azulino

Com o gol do adversário, o Remo precisou se espertar. O time azulino passou a pressionar. Teve boa chance com chute de Ramires, que era um dos melhores em campo. Depois, outra boa chance com chute de Carioca.

Só que mais uma vez o time parava nos erros ao finalizar. O time azulino parecia nervoso diante do resultado desfavorável em casa.

Estreias no Remo

O técnico Márcio Fernandes colocou em campo o novo reforço azulino, Neto Baiano. Gustavo Ramos foi quem saiu e reclamou bastante pela substituição. Depois, saiu Emerson Carioca para entrada de Wesley. Era a tentativa de melhorar a finalização no Remo. Mas não teve sucesso.

Quem não faz…

O Remo pagou caro por não ter feito o gol. Aos 33 minutos, o Tombense conseguiu aumentar o placar no Mangueirão. Em cobrança de escanteio, Ícaro desviou e Vinícius fez grande defesa. Mas a bola sobrou nos pés de Willian Rocha, que só fez empurra para o gol e calar a torcida do Remo.

FICHA TÉCNICA

Remo x Tombense-MG
Campeonato Brasileiro Série C – 14ª rodada
Local e horário: Estádio Mangueirão, em Belém, às 20h
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (CBF/DF)
Assistentes: Luciano Benevides de Sousa (CBF/DF) e Lucas Torquato Guerra (CBF/DF)
Cartão Amarelo: Yuri; Marquinhos, Felipe Garcia, Judivan, Everton
Gols: Everton (3’ /2ºT), Willian Rocha (33’/2ºT)
Renda: R$ 405.790,00
Público: 18.010
Credenciados: 2638
Total: 20.648

REMO

Vinícius; Djalma, Fredson, Marcão, Ronaell; Yuri, Ramires, Eduardo Ramos; Garré (Alex Sandro), Emerson Carioca (Wesley) e Gustavo Ramos (Neto Baiano)
Técnico: Márcio Fernandes.

TOMBENSE

Felipe Garcia; Bruno Ferreira, Reniê, Willian Rocha, Manoel; Augusto Recife (Icaro), Marquinhos (Lucas), Ibson; Adeilson, Judivan (Rubens), Everton
Técnico: Eugênio Souza.

(Fonte: O Liberal)

Ads