Correio de Carajás

Rádio continua presente na vida das pessoas com notícias e entretenimento

Ciane Sousa relembra que não pensava em ser radialista, mas no 1° teste desbancou 14 concorrentes/ Imagens: Mateus Cirilo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta quinta-feira (13) é comemorado o Dia Mundial do Rádio, um veículo de comunicação que ultrapassou décadas e inovou na maneira de informar e se comunicar com os ouvintes. O Parauapebense, por exemplo, se conecta na Correio FM, nas ondas da 99.1, com programação que une notícia e entretenimento.

A radialista da Correio FM, Ciane Sousa, relembra o início da carreira. “Eu nunca imaginei ser radialista, ser locutora, até final de 2014, ano que fui abordada por um locutor de rádio comunitária e que fez o convite. Na hora não aceitei”, conta.

Tempos depois, Ciane atendendo a pedidos de uma amiga da irmã. “Acabei indo em outra rádio, lá participei de uma seleção com 14 meninas e ganhei um horário”. Ao citar o melhor na profissão, ela destaca “o carinho do público é muito bom”.

Leia mais:

Para o radialista Jhoster de Oliveira, o rádio é como “se fosse um vício”. “Quando descobri o rádio eu disse que ia abandonar tudo, isso aqui é minha vida. De lá para cá já são muitos anos de estrada, tentei fazer várias outras coisas, mas sempre acabo voltando para o rádio”, diz.

Já Ênio Beto trabalha com radialismo desde os anos 90. “Na minha época, quando eu comecei, eles colocavam CD para tocar, então a gente tinha aquela agilidade de estar tocando o play toda hora, hoje a gente coloca no automático no sistema. A função do locutor hoje é informar, é levar informação e entretenimento”, destaca. Todas as manhãs o radialista Beto Rodrigues inicia a programação com a Mensagem do Dia, intercalando em seguida notícias e muita música.

Os radialistas Jhoster de Oliveira e Ênio Beto durante programação da Correio FM

Origem

O Dia Mundial do Rádio é comemorado em 13 de fevereiro em homenagem à primeira emissão de um programa da United Nations Radio (Rádio das Nações Unidas), em 1946. A transmissão do programa foi em simultâneo para um grupo de seis países.

A data foi criada e oficializada em 2011, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). O primeiro Dia Mundial do Rádio foi celebrado apenas em 2012. (Adersen Arantes e Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

Instituto Cultural Vale: últimos dias de inscrições no Edital Apoia

Instituto Cultural Vale: últimos dias de inscrições no Edital Apoia

As inscrições de projetos no Edital Apoia vão até a próxima sexta-feira, 24. A seleção realizada pelo Instituto Cultural Vale…
Brasileiros são os que mais valorizam vacinação, mostra estudo

Brasileiros são os que mais valorizam vacinação, mostra estudo

O Brasil é o país que mais valoriza a imunização entre oito nações estudadas em um levantamento global feito pelas…
AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

Chegar até aqui e falar abertamente sobre o HIV não foi um caminho fácil. As dificuldades, o medo, a insegurança,…
Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Após cumprir dois contratos que previam a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde, o…
Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), da Unidade de Mercadorias em Trânsito de Carajás, no sudeste do Pará,…
Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). O lote chegou ao Aeroporto Internacional…