Correio de Carajás

Promessa de regularização é feita em reunião com pescadores da Z-30

A reunião contou com diversos pescadores, além das autoridades públicas. (Foto: Zeus Bandeira)
A reunião contou com diversos pescadores, além das autoridades públicas. (Foto: Zeus Bandeira)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na manhã desta quinta-feira, 13, diversos pescadores se reuniram no auditório da Colônia Z-30 para debater pautas do interesse da classe. Entre elas a questão do Seguro Defeso, a Secretaria de Pesca, o INSS, entre outras. Na ocasião, estavam presentes autoridades da área, bem como parlamentares e a comunidade.

O Superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Pará, Luiz Pinto, explicou que atualmente há dois problemas na área: a Portaria nº 11, que suspendeu 47 mil pescadores no estado devido irregularidades, a e ausência de documentos que provem que os pescadores exercem, de fato, a função.

Luiz Pinto. (Foto: TV Correio)

“Precisamos entender que a atividade passou por diversas pastas ao longo dos anos, ou seja, o acervo de registros dos pescadores foi se perdendo, já que não foi digitalizado. Nosso objetivo é apresentar um novo sistema, que irá armazenar todos os registros do Pará, com mais segurança, para mantermos esses dados guardados e atualizados”, explica o superintendente.

Leia mais:

Luiz Pinto diz, ainda, que a partir de julho o recadastramento dos pescadores de Marabá será iniciado. “Tanto o presidente da colônia, quanto os demais responsáveis serão treinados para fazer esse cadastramento digital e nos enviar para atualização. Caso haja indícios de fraudes, o pescador pode ser penalizado e enquadrado dentro do limite da lei. Hoje em dia, há muitos pescadores que possuem o registro e nunca colocaram os pés na água”, esclarece Luiz.

O presidente do Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Sudeste do Pará, Magnum Taveira, conta que a proposta da reunião também serviu para unir os interesses do sindicato. “Temos esse projeto de fazer a união dos produtores rurais com os pescadores, para trazermos o filé do peixe para a merenda escolar, para alimentação do exército, entre outros. Essa proposta é uma bandeira nossa, que levantamos com apoio da Prefeitura de Marabá e da Câmara Municipal”, acrescenta Magnum.

Magnum Taveira. (Foto: TV Correio)

A CONTRADIÇÃO

Se por um lado há diversas propostas e projetos rodando as pautas da reunião, por outro quem participou acredita que os temas abordados não passavam de promessas. O pescador Josivaldo Ferreira, de 47 anos, exerce a atividade desde os 10 anos em Marabá e sustenta sua família da pesca. Ele conta que reuniões como essa são comuns em períodos eleitorais.

Josivaldo Ferreira. (Foto: TV Correio)

“Sempre temos reuniões assim quando é ano de eleição. Há palavras e palavras e nada se resolve, eu estou sem poder pescar devido ao período do defeso e o seguro atrasa sempre, ele chega para uns e para outros não. As promessas são muitas, mas elas nunca saem”, queixa-se Josivaldo. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

AQNO: CTA ganha embaixador informal, que fala abertamente sobre “posithividade”

Chegar até aqui e falar abertamente sobre o HIV não foi um caminho fácil. As dificuldades, o medo, a insegurança,…
Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Butantan começa a negociar doses da CoronaVac com cinco estados

Após cumprir dois contratos que previam a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde, o…
Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Sefa apreende 20 mil litros de diesel e 12 mil garrafas de cerveja

Fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), da Unidade de Mercadorias em Trânsito de Carajás, no sudeste do Pará,…
Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

Fiocruz recebe lote de IFA para produção de vacinas

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). O lote chegou ao Aeroporto Internacional…
Antônia Fontenelle é indiciada por crime de preconceito após usar termo 'paraibada'

Antônia Fontenelle é indiciada por crime de preconceito após usar termo 'paraibada'

A atriz e youtuber Antônia Fontenelle foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba pelo crime de preconceito após comentários xenofóbicos sobre o…
Nível do mar continua a subir em ritmo alarmante, alerta relatório

Nível do mar continua a subir em ritmo alarmante, alerta relatório

O nível dos oceanos continua a subir  em ritmo alarmante de 3,1 milímetros (mm) por ano, devido ao aquecimento global e…