Correio de Carajás

Promessa de regularização é feita em reunião com pescadores da Z-30

A reunião contou com diversos pescadores, além das autoridades públicas. (Foto: Zeus Bandeira)
A reunião contou com diversos pescadores, além das autoridades públicas. (Foto: Zeus Bandeira)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã desta quinta-feira, 13, diversos pescadores se reuniram no auditório da Colônia Z-30 para debater pautas do interesse da classe. Entre elas a questão do Seguro Defeso, a Secretaria de Pesca, o INSS, entre outras. Na ocasião, estavam presentes autoridades da área, bem como parlamentares e a comunidade.

O Superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Pará, Luiz Pinto, explicou que atualmente há dois problemas na área: a Portaria nº 11, que suspendeu 47 mil pescadores no estado devido irregularidades, a e ausência de documentos que provem que os pescadores exercem, de fato, a função.

Luiz Pinto. (Foto: TV Correio)

“Precisamos entender que a atividade passou por diversas pastas ao longo dos anos, ou seja, o acervo de registros dos pescadores foi se perdendo, já que não foi digitalizado. Nosso objetivo é apresentar um novo sistema, que irá armazenar todos os registros do Pará, com mais segurança, para mantermos esses dados guardados e atualizados”, explica o superintendente.

Leia mais:

Luiz Pinto diz, ainda, que a partir de julho o recadastramento dos pescadores de Marabá será iniciado. “Tanto o presidente da colônia, quanto os demais responsáveis serão treinados para fazer esse cadastramento digital e nos enviar para atualização. Caso haja indícios de fraudes, o pescador pode ser penalizado e enquadrado dentro do limite da lei. Hoje em dia, há muitos pescadores que possuem o registro e nunca colocaram os pés na água”, esclarece Luiz.

O presidente do Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Sudeste do Pará, Magnum Taveira, conta que a proposta da reunião também serviu para unir os interesses do sindicato. “Temos esse projeto de fazer a união dos produtores rurais com os pescadores, para trazermos o filé do peixe para a merenda escolar, para alimentação do exército, entre outros. Essa proposta é uma bandeira nossa, que levantamos com apoio da Prefeitura de Marabá e da Câmara Municipal”, acrescenta Magnum.

Magnum Taveira. (Foto: TV Correio)

A CONTRADIÇÃO

Se por um lado há diversas propostas e projetos rodando as pautas da reunião, por outro quem participou acredita que os temas abordados não passavam de promessas. O pescador Josivaldo Ferreira, de 47 anos, exerce a atividade desde os 10 anos em Marabá e sustenta sua família da pesca. Ele conta que reuniões como essa são comuns em períodos eleitorais.

Josivaldo Ferreira. (Foto: TV Correio)

“Sempre temos reuniões assim quando é ano de eleição. Há palavras e palavras e nada se resolve, eu estou sem poder pescar devido ao período do defeso e o seguro atrasa sempre, ele chega para uns e para outros não. As promessas são muitas, mas elas nunca saem”, queixa-se Josivaldo. (Zeus Bandeira)

Mais

Recém-nascido com doença rara é transferido de Marabá para Porto Alegre

Recém-nascido com doença rara é transferido de Marabá para Porto Alegre

O pequeno Enrico Ferro, de 22 dias, foi transferido de Marabá, sudeste do Pará, para Porto Alegre, no Rio Grande…
Correio FM e TV Correio têm programação especial no Dia das Mães

Correio FM e TV Correio têm programação especial no Dia das Mães

A manhã de sábado (8) foi comemorando um Dia das Mães antecipado, com gostinho de quero mais. “Foi só um…
Legado de Melquíades à educação de Marabá

Legado de Melquíades à educação de Marabá

A educação marabaense, nas últimas quatro décadas, recebe, de alguma forma, as digitais de Melquíades Justiniano da Silva. Esse baiano,…
Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

  Falso No site oficial da Nasdaq, bolsa de valores dos Estados Unidos onde está listada a Sinovac, fabricante da…
DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

Com o objetivo de colocar em pauta o tema da segurança viária, o Movimento Maio Amarelo nasce com a proposta…
Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Esta segunda-feira, 10 de maio, será um feriado especial para muitas cidades do Pará. Mais precisamente para 15 municípios, que…