Correio de Carajás

Projeto Quelônios faz soltura de mil filhotes de tracajás e tartarugas em Marabá

Animais são ameaçados por predadores e até mesmo pela comunidade ribeirinha que consome sua carne / Foto: Screenshot
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na manhã do último sábado (20), mil filhotes de tartarugas e tracajás foram soltos em Marabá, por meio do Projeto Quelônios dos Rios Tocantins e Itacaiunas, coordenado pelo Núcleo de Educação Ambiental da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), com apoio da Prefeitura de Marabá.

O projeto promove a educação ambiental nas comunidades ribeirinhas e o manejo reprodutivo das espécies, uma vez que ocorrem muitos ataques de predadores. Os animais começam a preparar os ninhos entre o final de julho e começo de agosto, momento em que é feita a coleta.

Os ovos passam de 65 a 70 dias no processo de incubação e, durante este tempo, os técnicos constroem alguns cercados na Praia do Tucunaré para acompanhar. Após eclodirem, no mês de outubro, eles são colocados em tanques feitos com lonas, que funcionam como berçários, até o mês de fevereiro, quando são soltos.

Leia mais:

Enquanto estão protegidos nos berçários, os filhotes são alimentados com vegetação, coletada diretamente do Rio Tocantins. “A ideia é evitar a domesticação desses animais. Por isso, fornecemos alimentos que eles encontrarão quando forem soltos”, explica o biólogo Jucelino Bezerra, coordenador técnico-científico do projeto.

Os filhotes foram soltos por voluntários que praticam o esporte aquático stand-up paddle, sendo deixados em ressacas formadas pelas cheias do rio. “Nesses locais, eles [os filhotes] poderão se alimentar com a vegetação”, esclarece Jucelino.

A fase adulta é atingida após cinco anos e com isso eles retornam para o período de desova. No entanto, segundo o biólogo, apenas a metade chega até essa fase. Por isso, a importância do projeto, que possui base tanto na Praia do Tucunaré, quanto na Praia do Macaco, na Vila Tauari, esta última mantida com apoio da Prefeitura de Itupiranga.

Confira alguns momentos da soltura dos filhotes e entrevista com o técnico Jucelino. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

O Brasil ultrapassou o número de 500 mil mortes por Covid-19 e a cantora Ivete Sangalo compartilhou uma postagem no Instagram lamentado…
Vacina contra covid não tem efeito magnético

Vacina contra covid não tem efeito magnético

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: É falso que a vacina contra a covid-19 deixe a pele “magnética”. Ao contrário do que…
Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

A presidência do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) estabelece que as unidades administrativas e judiciárias integrantes da Regiões do…
Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Da casa do agricultor Jedeon Miranda de Andrade, 33 anos, à produção de abacaxi, percorremos quase dois quilômetros, passando primeiro…
Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Em manifestação pacífica ocorrida neste domingo (20), no quilômetro 18 da Estrada de Ferro Carajás, em trecho do Ramal S11D,…
Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

O Brasil é um país com enormes possibilidades energéticas, mas ainda está refém das chuvas e das usinas termoelétricas, que…