Correio de Carajás

Professores de Marabá ocupam Sevop e reivindicam retroativo pago pela metade

Além do retroativo pago pela metade, eles também cobram o enquadramento no piso salarial / Foto: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Professores da rede municipal de educação se reuniram para uma manifestação na Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas (SEVOP) na manhã desta segunda-feira (25). Eles reivindicam o pagamento do retroativo do piso integral e enquadramento nos salários. Com um carro de som, os lideres sindicalistas da classe exigiam um diálogo com o prefeito Tião Miranda, que mantém seu gabinete naquela secretária e não na sede da Prefeitura.

Joyce Cordeiro Rebelo, diretora da Subsede de Marabá do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) explica que o pagamento apenas de uma parte do retroativo é revoltante, além de não ser vinculado no salário mensalmente, conforme deveria ser feito.

Acontece que, segundo ela, Tião realiza os pagamentos um ano depois, enquadrando o percentual de 12,34% nos vencimentos dos professores no final de janeiro. “Esse ano ele fez diferente. Pagou apenas uma parte do retroativo, no valor de 9 milhões de reais, na sexta-feira (22) e não sinalizou quando pagará o restante e nem mesmo se haverá o enquadramento do retroativo no piso. Queremos uma reunião para negociar essa questão”, pediu Joyce.

Leia mais:

O Prof. Everaldo Marinho, que ditava palavras de ordem, no microfone do carro de som que acompanhava a manifestação pacífica, também se mostrou indignado com a atitude do prefeito.

“Ele acumulou o recurso, gastou e agora pagou apenas a metade do retroativo. Temos uma assessoria contábil que acompanha todos os recursos e constatou o dinheiro acumulado. É uma falta de compromisso do prefeito para com a educação municipal”, queixou-se.

A manifestação encerrou ao meio dia, com a promessa da realização de uma reunião, pela manhã, nesta terça-feira (26), com o chefe de gabinete do prefeito, Walmor Costa, onde serão discutidas três pautas: o pagamento do restante do retroativo; o enquadramento do piso; e as progressões verticais, que estão atrasadas há dois anos e as horizontais, atrasadas há cinco anos.

O Portal Correio procurou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) sobre a manifestação, que respondeu em nota que “seguiu todos os protocolos conforme orienta a nova lei do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)”.

A Semed se colocou à disposição para elucidar quaisquer dúvidas do servidor no departamento de recursos humanos da secretaria, além de informar que o diálogo sempre esteve e estará aberto à classe, conforme a nota. (Zeus Bandeira – Colaboração de Weliton Moreira e Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…
Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

Covid-19: Fiocruz libera mais 700 mil doses da vacina AstraZeneca

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) liberou, nesta sexta-feira (17), mais 700 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra covid-19, produzida no…