Correio de Carajás

Produtores manifestam contra a queda no preço do leite e doam cerca de 10 mil litros, na Folha 16

Produtores fizeram a distribuição gratuita de cerca de 10 mil litros de leite de vaca para a população/ Fotos: Evangelista Rocha

O valor caiu cerca de R$ 0,40 e produtores afirmam que está inviável trabalhar dessa forma

A redução no valor do leite desencadeou um grande protesto na manhã desta quinta-feira (18) em Marabá. Produtores de gado leiteiro se reuniram em frente ao Ginásio Poliesportivo na Folha 16, no Núcleo Nova Marabá, para manifestar e chamar a atenção das autoridades competentes, poder público e donos de laticínios. Diferente de outros protestos, eles não fecharam ruas, nem bloquearam estradas. Os produtores fizeram a distribuição gratuita do leite de vaca para a população carente.

De acordo com um dos produtores da região, Merivaldo Pereira, todos da categoria estão insatisfeitos com o preço dos insumos e produtos que são utilizados para a criação de uma vaca de leite. “Se não bastasse o preço das coisas aumentando, recebemos esse aviso da baixa de R$0,40 por litro de leite. Hoje, para nós produtores rurais, é inviável trabalhar dessa forma. Estamos pagando a conta para produzir”, lamenta, indignado.

“Se é pra vender de graça para os grandes laticínios, que a gente doe para quem realmente precisa”, diz Merivaldo Pereira, produtor

Eles reclamam que os laticínios reduziram o preço do litro de leite de forma brusca. Merivaldo, morador do município de Nova Ipixuna, afirma que o período entre novembro e fevereiro é a época da safra do leite, devido a maior quantidade do produto. Contudo, a redução feita dessa vez não foi o que estava sendo esperado.

Leia mais:

“Baixaram R$ 0,40 de uma vez. E sabemos que vai baixar mais nesses meses seguintes. Vai ficar impossível trabalhar”.

Reunidos em frente ao ginásio, os produtores lamentam a falta de diálogo.  Ao todo, os produtores de gado leiteiro se juntaram para doar cerca de 10 mil litros de leite para a população. “Nosso intuito é que sentem com a gente e conversem, para trabalharmos de uma forma que fique bom para todo mundo. O produtor rural é um ser humano sofredor e a dificuldade do que atua com leite é muito grande”, fala Merivaldo, que esteve à frente com outros organizadores.

Ao Correio de Carajás, ele explica que o trabalho deveria ser mais valorizado, já que o alimento está todo os dias na mesa da população, se fazendo presente na alimentação cotidiana.

“Se é pra vender de graça para os grandes laticínios, que a gente doe para quem realmente precisa. Acredito que muita gente precisa e gosta de leite, e estamos aqui com um produto de qualidade”, conta, explicando que também irão procurar entidades para fazer a doação do alimento. (Ana Mangas, com informações de Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Suplemento alimentar pode ser prescrito por biomédicos, diz conselho

Suplemento alimentar pode ser prescrito por biomédicos, diz conselho

Uma nova resolução do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) regulamenta as condições para que biomédicos possam assumir a responsabilidade técnica de…
Ministério viabiliza reajuste de salário para agentes de saúde

Ministério viabiliza reajuste de salário para agentes de saúde

Mais de 280 mil agentes comunitários em saúde e de combate a endemias profissionais em todo Brasil serão beneficiados com…
Brasil terá Semana Nacional da Adoção no calendário

Brasil terá Semana Nacional da Adoção no calendário

A partir de 2023, o calendário brasileiro terá a Semana Nacional da Adoção. A Lei nº 14.387/22, que institui a medida, está publicada na…
Valor da nova ponte rodoferroviária mais que dobra em apenas três anos

Valor da nova ponte rodoferroviária mais que dobra em apenas três anos

Durante reunião com representantes da Vale nesta quinta-feira, 30 de junho, os membros da Comissão Especial de Desenvolvimento Socioeconômico de…
Escola de Parauapebas é denunciada por maus-tratos

Escola de Parauapebas é denunciada por maus-tratos

A Escola Educar, localizada no Bairro Cidade Jardim, está sendo alvo de denúncias por maus-tratos. De acordo com responsáveis, várias…
Adutora rompe e moradores do Cidade Nova ficam sem água da Cosanpa

Adutora rompe e moradores do Cidade Nova ficam sem água da Cosanpa

Na manhã desta sexta-feira, 1º de julho, técnicos da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) realizam reparo na tubulação localizada…