Correio de Carajás

Processos administrativos contra juíza de Marabá são julgados improcedentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dois Processos Administrativos Disciplinares (PADs) contra a juíza Maria Aldeci de Souza Pissolati, titular da 3ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Marabá, foram julgados improcedentes pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Pará, em sessão realizada ontem, quarta-feira (9).

De acordo com informações a assessoria de comunicação do TJPA, a juíza era acusada nos dois processos por supostas infrações contra a Lei Orgânica da Magistratura Nacional e ao Código de Ética da Magistratura Nacional.  Na instrução processual, entretanto, não foram apresentadas provas que confirmasse as alegações, verificando-se não haver fundamentação nas denúncias.

Ainda segundo a ascom do Tribunal, um dos processos administrativos analisava a denúncia de que a magistrada não residia na Comarca de Marabá, o que seria uma infração do artigo 5º da Lei Orgânica da Magistratura Nacional. A acusação sustentou que Maria Aldeci, na verdade, tinha residência fixa em Brasília.

Leia mais:

Em defesa à juíza, a relatoria do desembargador Roberto Gonçalves de Moura apontou a produtividade da magistrada na unidade judiciária de Marabá, apresentando a realização de audiências e procedimentos em todos os dias da semana.

A produtividade contou pontos a favor da magistrada na segunda acusação, na qual se investigava suspeita de “má gestão da unidade judiciária e morosidade processual”. Foram anexados ao processo dados estatísticos demonstrando a operacionalidade juíza, inclusive com cumprimento de metas e julgamentos de processos nos últimos três anos. (Luciana Marschall com informações de TJPA/Ascom)

 

Dois Processos Administrativos Disciplinares (PADs) contra a juíza Maria Aldeci de Souza Pissolati, titular da 3ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Marabá, foram julgados improcedentes pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Pará, em sessão realizada ontem, quarta-feira (9).

De acordo com informações a assessoria de comunicação do TJPA, a juíza era acusada nos dois processos por supostas infrações contra a Lei Orgânica da Magistratura Nacional e ao Código de Ética da Magistratura Nacional.  Na instrução processual, entretanto, não foram apresentadas provas que confirmasse as alegações, verificando-se não haver fundamentação nas denúncias.

Ainda segundo a ascom do Tribunal, um dos processos administrativos analisava a denúncia de que a magistrada não residia na Comarca de Marabá, o que seria uma infração do artigo 5º da Lei Orgânica da Magistratura Nacional. A acusação sustentou que Maria Aldeci, na verdade, tinha residência fixa em Brasília.

Em defesa à juíza, a relatoria do desembargador Roberto Gonçalves de Moura apontou a produtividade da magistrada na unidade judiciária de Marabá, apresentando a realização de audiências e procedimentos em todos os dias da semana.

A produtividade contou pontos a favor da magistrada na segunda acusação, na qual se investigava suspeita de “má gestão da unidade judiciária e morosidade processual”. Foram anexados ao processo dados estatísticos demonstrando a operacionalidade juíza, inclusive com cumprimento de metas e julgamentos de processos nos últimos três anos. (Luciana Marschall com informações de TJPA/Ascom)

 

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…