Correio de Carajás

Pro Paz realiza quase 7 mil atendimentos em cinco dias

A Caravana Pro Paz Cidadania em Marabá, finalizada ontem, quarta-feira (9), realizou 6.934 atendimentos em cinco dias atuando no município. Ao todo, foram emitidas 1.734 carteiras de identidade, 98 certidões de nascimento, 317 segundas vias do mesmo documento, 503 Cadastros de Pessoa Física (CPF), 405 identidades de jovem, 1.251 fotos, 579 Carteiras de Trabalho e uma carteira social.

Foram realizados, ainda, 1.025 atendimentos jurídicos e 471 pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), além 2.576 na área de saúde, como aferição de pressão, testes de glicemia, vacinas, atendimento com clínico geral, cardiologista, pediatra, nutricionista, testes de HIV e hepatite e consultas de enfermagem.

A procura pelos atendimentos formou filas gigantescas em torno dos locais de atendimento, onde muitas pessoas viraram a madrugada na esperança de conseguirem uma senha. A ação teve início no dia 5, passando pelo Sest/Senat, no Núcleo São Félix, Ginásio Poliesportivo Renato Veloso, na Folha 16, e Escola Irmã Theodora, no Bairro Liberdade, Núcleo Cidade Nova.

Leia mais:

A Fundação Pro Paz é responsável pela operacionalização das caravanas com parceria das Secretarias Extraordinária de Municípios Sustentáveis e de Assistência, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), além de Defensoria Pública do Estado do Pará, Polícia Civil e de Secretarias Municipais de Assistência Social das cidades atendidas. (Luciana Marschall)

A Caravana Pro Paz Cidadania em Marabá, finalizada ontem, quarta-feira (9), realizou 6.934 atendimentos em cinco dias atuando no município. Ao todo, foram emitidas 1.734 carteiras de identidade, 98 certidões de nascimento, 317 segundas vias do mesmo documento, 503 Cadastros de Pessoa Física (CPF), 405 identidades de jovem, 1.251 fotos, 579 Carteiras de Trabalho e uma carteira social.

Foram realizados, ainda, 1.025 atendimentos jurídicos e 471 pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), além 2.576 na área de saúde, como aferição de pressão, testes de glicemia, vacinas, atendimento com clínico geral, cardiologista, pediatra, nutricionista, testes de HIV e hepatite e consultas de enfermagem.

A procura pelos atendimentos formou filas gigantescas em torno dos locais de atendimento, onde muitas pessoas viraram a madrugada na esperança de conseguirem uma senha. A ação teve início no dia 5, passando pelo Sest/Senat, no Núcleo São Félix, Ginásio Poliesportivo Renato Veloso, na Folha 16, e Escola Irmã Theodora, no Bairro Liberdade, Núcleo Cidade Nova.

A Fundação Pro Paz é responsável pela operacionalização das caravanas com parceria das Secretarias Extraordinária de Municípios Sustentáveis e de Assistência, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), além de Defensoria Pública do Estado do Pará, Polícia Civil e de Secretarias Municipais de Assistência Social das cidades atendidas. (Luciana Marschall)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.