Correio de Carajás

Prisão de professor por assédio em Belém repercute em Marabá

Professor Adalberto Siqueira, muito conhecido em Marabá, foi preso em Belém por assédio/ Fotos: Divulgação

ASSÉDIO SEXUAL

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em Marabá, mulheres que foram alunas do acusado ou que tiveram contato com ele na época do Exército relataram assédios e comemoraram a prisão dele

A prisão do professor Adalberto Siqueira Sanches Júnior, que atuava em na mais tradicional escola particular de Belém, repercutiu demais em Marabá. Acusado de assédio na capital, ele foi professor aqui por muitos anos e deixou para trás um histórico de meninas e adolescentes que cresceram sufocadas pelos assédios que ele cometia quando lecionou em Marabá. A prisão dele ocorreu na terça-feira (17) e desde então pipocaram de comentários nas redes sociais.

Uma das mulheres que desabafou nas redes, de iniciais H.S., disse ter sido aluna de Biologia e de Karatê do professor e relatou atos absurdos praticados pelo professor. “Nos assediava diariamente, passava a mãos nas nossas pernas… Esse mesmo professor um belo dia deu um tapa na minha bunda na frente de toda a turma me dizendo que o meu short estava uma delícia me fazendo chorar de constrangimento”, declarou.

Outro comentário na postagem dela diz: “Esse doido se relacionou com a irmã de uma menina da nossa sala enquanto ela era maior de idade, ele casado… ele era nojento… eu nem chegava perto”.

Leia mais:
Vários desabafos como estes foram registrados nas redes sociais desde a prisão

Outra vítima de Adalberto Siqueira Sanches Júnior é M.G. Ela denuncia que foi assediada por ele nas fileiras do Exército Brasileiro, no ano de 1998. Na época o acusado era tenente e tinha aptidões físicas. “Foi nomeado para treinar as sargentos feminino, aí foi um inferno astral para algumas e eu fui uma das mais prejudicadas por não ceder a suas investidas. Denunciei ao comando, ele foi punido e expulso do EB, mas ficou solto por aí fazendo mais vítimas”, denunciou nas redes sociais.

Afora todos esses comentários publicados na Internet, o que se comenta, entre os grupos de WhatsApp, tanto por homens quanto mulheres que tiveram contato com o professor quando de sua passagem por Marabá, são de que ele realmente assediava as estudantes prometendo facilidades para aquelas que cedessem aos seus assédios.

A prisão em Belém

Segundo as investigações da Polícia Civil, as vítimas do professor, na capital, tinham entre 8 e 12 anos de idade. De acordo com Polícia, agentes da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) e Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) cumpriram mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva na casa do professor.

As diligências ocorreram na Pedreira, bairro central de Belém. Nas buscas, foram apreendidos computador, celular e mídias, que foram encaminhadas para a perícia técnica.

A polícia disse ainda que a Delegacia de Atendimento a Criança e ao Adolescente (Deaca Santa Casa) apura o caso e representou pelos pedidos à Justiça. Após os procedimentos cabíveis, o acusado foi encaminhado para o sistema penal.

Em nota, o Colégio Marista Nossa Senhora de Nazaré, onde o professor trabalhava, disse que “tomou conhecimento sobre o caso” e que o “código de conduta interno e a Política de Proteção Integral de Crianças e Adolescentes são muito claros em relação a situações como esta”.

(Chagas Filho)

Comentários

Mais

PRF apreende 50m³ de madeira transportada ilegalmente

PRF apreende 50m³ de madeira transportada ilegalmente

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 50m³ de madeira sendo transportada de maneira ilegal no km 323 da rodovia BR-155, em Marabá,…
Caminhonete roubada no Pebas é achada em Xinguara

Caminhonete roubada no Pebas é achada em Xinguara

Uma caminhonete que havia sido roubada em Parauapebas, no sudeste paraense, foi encontrada nesta segunda-feira, 20, pela Polícia Militar, em…
Homem sofre atentado a bala na porta de casa

Homem sofre atentado a bala na porta de casa

A Polícia Civil de Novo Repartimento investiga uma tentativa de homicídio contra Carlindo Mendes Sobrinho, de 55 anos, vítima de…
Fim de semana com 5 casos de violência doméstica em Marabá

Fim de semana com 5 casos de violência doméstica em Marabá

O município de Marabá registrou, em mais um final de semana, casos de violência contra a mulher. Os agressores estão…
Polícia apreende motores adulterados em desmanche

Polícia apreende motores adulterados em desmanche

Durante investigação sobre roubos e furtos de veículos em Marabá, policiais civis descobriram um galpão que estaria, supostamente, sendo usado…
Dois acidentes e um morto na PA-287

Dois acidentes e um morto na PA-287

Dois acidentes envolvendo veículos de grande porte ocorreram na Rodovia PA-287, entre Conceição do Araguaia e Redenção, no sul do…