Correio de Carajás

Presidiários tinham até PlayStations no CRAMA

Detentos do CRAMA passarão 60 dias sem visita e serão submetidos a regras mais duras de disciplina / Foto: Josseli Carvalho
Detentos do CRAMA passarão 60 dias sem visita e serão submetidos a regras mais duras de disciplina / Foto: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Sob intervenção desde o último domingo (5), o Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), em Marabá, está sendo vistoriado minuciosamente para garantir a segurança da maior penitenciária da região. Durante a revista, já foi possível identificar que havia muita coisa nas celas que não deveria estar lá, como dois PlayStations (videogame com vários jogos).

Mas não apenas isso. Havia também nas celas R$ 6 mil em dinheiro, 110 celulares, 45 carregadores, 33 televisões, 46 pendrives, 60 chips de operadora, nove cartões de memória, 63 relógios, dois tabletes de maconha e 21 trouxas, 16 caixas de som, 12 baterias de celular, um cachimbo, 16 pacotes de tabaco, 17 máquinas de cortar cabelo e 35 extensões elétricas. As informações foram passadas pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

Durante todo o período de intervenção, que será de 60 dias, várias atividades serão realizadas no CRAMA, sendo necessária a manutenção da ordem, o que implica em suspensa das visitas por esses dois meses.

Leia mais:

A intervenção no CRAMA está sendo conduzida SEAP, por meio do Comando de Operações Penitenciárias (COPE) e da Diretoria de Administração Penitenciária (DAP). Segundo a SEAP, de início foram retirados todos os objetos em excesso das celas, como ventiladores, roupas, entre outros pertences, dos 627 detentos.

Após isso, é realizada a limpeza e higienização da casa penal, além de oferecer banho, corte de cabelo e de barba para conscientizar os presos quanto a importância da higiene pessoal, caracterizando a padronização do cárcere, diz a SEAP, por meio da Agência Pará.

Inclusive, falando em saúde dos presos, uma das medidas principais tomadas pela equipe de intervenção foi a separação dos presos por doença acometida e regime para receberam as assistências específicas. Ainda esta semana, já dentro de um ambiente mais higienizado, eles receberão novos uniformes e kits de higiene. (Chagas Filho/Com informações da Agência Pará)

Mais

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…
Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

A Vila Acrolina, zona rural do município de Anapu, na região Sudoeste do Pará, registrou um crime de masculinicídio na…
Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Foram presos na manhã desta quinta-feira (13), em Parauapebas, Bismarck da Conceição Cristino e Leandro Santos Cabral pelo furto de…
Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

A Polícia Civil investiga os motivos que levaram à execução do servidor da Prefeitura de Abel Figueiredo, Eduardo de Souza…
Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos, o paraense José Luiz Maciel de Sousa, um dos presos da operação ‘Ação Integrada’, deflagrada nesta…