Correio de Carajás

Presidente da CPI da Pandemia divulga cronograma de novos depoimentos

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

CPI DA PANDEMIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Ministro Marcelo Queiroga será ouvido na terça-feira

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado ouvirá, pela segunda vez, na próxima terça-feira (8), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O secretário executivo da pasta, Antonio Élcio Franco, será ouvido no dia seguinte.

A reconvocação de Queiroga foi decidida logo depois do primeiro depoimento dele, em 6 de maio, sob a justificativa de que o ministro deixou de responder a muitas perguntas em sua passagem pela comissão. Um dos assuntos que devem ser abordados pelos senadores é a decisão do governo federal de o Brasil sediar a Copa América, a pedido da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O campeonato ocorrerá entre os dias 13 de junho e 10 de julho.

O novo cronograma, com a novidade de depoimentos agendados também às sextas-feiras, foi divulgado hoje (2) pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM).

Leia mais:

Um dos depoimentos agendados é o do secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, para 15 de junho. O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel será ouvido no dia 16. No dia 17 de junho, será a vez de o empresário Carlos Wizard falar à CPI. Senadores da comissão suspeitam que o empresário integra um “gabinete paralelo” de aconselhamento do governo em assuntos relacionados à pandemia da covid-19.

Já o representante da White Martins, empresa que fornece de oxigênio a unidades hospitalares de todo o país, Paulo Baraúna, irá responder às perguntas de senadores no dia seguinte.

O presidente da CPI chegou a anunciar que o primeiro governador em exercício a ser ouvido, Wilson Lima, do Amazonas, compareceria à comissão no dia 29. Mas, diante da quarta fase da Operação Sangria, da Polícia Federal, que tem o governador amazonense como um dos alvos, no fim da manhã de hoje, Aziz disse que a oitiva vai ser antecipada para o dia 10. O secretário de Saúde do estado também é investigado na operação, que apura desvios de recursos destinados ao enfrentamento da covid-19. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Ricardo Salles pede demissão do governo

Ricardo Salles pede demissão do governo

o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu hoje demissão do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Logo depois, Salles…
STF confirma decisão que considera Moro parcial no caso do tríplex

STF confirma decisão que considera Moro parcial no caso do tríplex

Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (23) manter a decisão que reconheceu a parcialidade…
CPI vai requisitar proteção policial para deputado Luis Miranda e irmão

CPI vai requisitar proteção policial para deputado Luis Miranda e irmão

O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, afirmou que vai solicitar proteção policial para…
Deputado diz ter afirmado a Pazuello que iria "explodir na mídia" caso sobre denúncia na compra da Covaxin

Deputado diz ter afirmado a Pazuello que iria "explodir na mídia" caso sobre denúncia na compra da Covaxin

O deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) afirmou na última terça-feira, 22, que o servidor Luís Ricardo Fernandes Miranda, chefe de…
CPI da Vale chega a Marabá e deputados vão às instalações da mineradora

CPI da Vale chega a Marabá e deputados vão às instalações da mineradora

Iniciou por Marabá nesta quarta-feira, 23, uma série de diligências nas instalações da mineradora Vale no Estado. A ação faz…
Sete pretendem disputar prefeitura de Goianésia em 3 de outubro

Sete pretendem disputar prefeitura de Goianésia em 3 de outubro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcou para o dia 3 de outubro deste ano a eleição suplementar para a escolha…