Correio de Carajás

Prefeituras terão que incluir produtos da agricultura familiar na merenda escolar

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A promotora de Justiça da 5ª Região Agrária, Herena Corrêa de Melo, reuniu nesta quarta-feira (13) com secretários municipais de educação de Xinguara, Redenção, Sapucaia e Rio Maria para tratar do fornecimento da merenda escolar nas escolas municipais.

A reunião é parte do projeto “Observatório da alimentação escolar sustentável”, implementado pela 5ª Promotoria de Justiça Agrária, que objetiva o cumprimento da obrigatoriedade mínima de compra de 30% de alimentos da merenda escolar proveniente da agricultura familiar.

“Esta foi a primeira reunião realizada. O objetivo foi orientar e saber as dificuldades enfrentadas pelos municípios para conseguir o cumprimento dessa meta exigida pela legislação”, esclareceu a promotora Herena Melo.

Leia mais:

Ela conta que explicou aos secretários de educação os objetivos do projeto que, entre outras coisas, prevê acesso a uma alimentação saudável para as crianças com foco na redução da evasão escolar e melhora na absorção do conhecimento, além de fomentar a produção agrícola local, considerando que existem projetos de assentamento nessas regiões.

“A criança alimentada de forma equilibrada é parte do investimento para o efetivo desenvolvimento econômico e redução da criminalidade e violência”, complementou.

Entre as principais fragilidades apontadas pelos secretários está a necessidade de oferecer orientação técnica para os agricultores da agricultura familiar para que eles cumpram o que determina a legislação como, por exemplo, obter o selo de inspeção municipal.

Outra ideia surgida na reunião foi a criação de hortas comunitárias. A promotora destacou que antes de definir o cardápio da merenda escolar os secretários de educação e suas equipes precisam ir a campo fazer um levantamento dos itens produzidos em cada município e só depois definir o cardápio da merenda escolar.

A promotora Herena Melo informou ainda que o projeto será apresentado aos secretários de educação de todos os municípios da 5ª Região Agrária.(Divulgação MPPA)

Mais

Recém-nascido com doença rara é transferido de Marabá para Porto Alegre

Recém-nascido com doença rara é transferido de Marabá para Porto Alegre

O pequeno Enrico Ferro, de 22 dias, foi transferido de Marabá, sudeste do Pará, para Porto Alegre, no Rio Grande…
Correio FM e TV Correio têm programação especial no Dia das Mães

Correio FM e TV Correio têm programação especial no Dia das Mães

A manhã de sábado (8) foi comemorando um Dia das Mães antecipado, com gostinho de quero mais. “Foi só um…
Legado de Melquíades à educação de Marabá

Legado de Melquíades à educação de Marabá

A educação marabaense, nas últimas quatro décadas, recebe, de alguma forma, as digitais de Melquíades Justiniano da Silva. Esse baiano,…
Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

  Falso No site oficial da Nasdaq, bolsa de valores dos Estados Unidos onde está listada a Sinovac, fabricante da…
DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

Com o objetivo de colocar em pauta o tema da segurança viária, o Movimento Maio Amarelo nasce com a proposta…
Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Esta segunda-feira, 10 de maio, será um feriado especial para muitas cidades do Pará. Mais precisamente para 15 municípios, que…