Correio de Carajás

Prefeitura de Parauapebas suspende cirurgias eletivas na rede pública e privada

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em publicação realizada nesta quarta-feira (24), o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, alterou o decreto que estabelece o lockdown no município e suspendeu a realização de cirurgias eletivas em todas as unidades hospitalares da rede assistencial municipal pública e privada, desde que a suspensão não coloque em risco a vida dos pacientes. 

Além disso, o novo decreto estabelece que as unidades hospitalares, as clínicas e os centros de atendimento à saúde da rede privada que desenvolvem procedimentos ambulatoriais deverão realizar atendimento ao público via agendamento, podendo o paciente fazer-se acompanhar por dependente ou responsável legal, assim como as instituições bancárias.

O novo decreto também determina que os servidores públicos lotados nas unidades hospitalares e que tiveram as atividades suspensas poderão ser convocados para desempenhar outras atividades no âmbito da assistência hospitalar ou ambulatorial da Secretaria Municipal de Saúde. 

Leia mais:

Além disso, destaca que os servidores que desempenham atividades assistenciais à saúde na rede pública, incluídos os serviços médicos e hospitalares, continuarão a trabalhar na modalidade presencial, assim como aqueles que desempenham atividades administrativas junto à Secretaria Municipal de Saúde e que sejam fundamentais para garantir a manutenção de todas as estruturas assistenciais à população.

O texto destaca que os estabelecimentos comerciais que não desempenham serviços ou atividades essenciais poderão funcionar somente na modalidade delivery e este pode ser desenvolvido sem restrição de horário. A única proibição é a venda de bebidas alcoólicas pela modalidade entre 18 e 6 horas. As panificadoras, especificamente, poderão funcionar no sistema “passe e pegue”, de retirada de produtos.

As mudanças consideram os indicadores atuais e o panorama das ações de saúde, inclusive um memorando do Comitê Técnico de Prevenção e Acompanhamento da Ameaça da Covid-19, que recomenda a suspensão das cirurgias eletivas visando destinar o maior número de leitos para pacientes com diagnóstico ou suspeita de covid-19.

O relatório técnico sugere, ainda, o funcionamento de 100% da frota de transporte público coletivo municipal, objetivando garantir o distanciamento controlado no interior de cada veículo, assim como atendimento bancários e ambulatoriais mediante agendamento, a fim de evitar aglomerações. (Luciana Marschall)

Confira o novo decreto, na íntegra

Comentários

Mais

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…
Namoro que floresce no meio na pandemia

Namoro que floresce no meio na pandemia

Sílvia e Moisés e se tornaram amigos inseparáveis, contavam tudo um para o outro, até se ajudaram a ficar com…