Correio de Carajás

Prefeitura de Parauapebas deixa mais de 500 famílias sem ter onde morar

São 514 famílias desalojadas pela PMP; promessa de auxílio habitacional não foi cumprida (Imagem: Juliano Corrêa)

HABITAÇÃO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Movimento Dignidade Para Morar foi desocupado de área sob promessa não cumprida de auxílio habitacional

Um total de 514 famílias ocupam área de loteamento, destinada à implantação da nona fase do projeto habitacional Cidade Jardim, ao fundo do bairro em questão, nos limites da zona urbana de Parauapebas. A liderança das famílias, designada como Movimento Dignidade Para Morar, alega que a administração do prefeito Darci Lermen não cumpriu promessas feitas à comunidade.

O acordo firmado entre o Movimento e a Prefeitura de Parauapebas teria acontecido no último mês de agosto, uma vez que a administração pública desalojou o acampamento assentado nas proximidades do Projeto PIPA, no bairro Jardim Tropical.

Na ocasião, uma reunião teria sido realizada, e neste encontro, as lideranças do Viver Com Dignidade teriam firmado acordo para recebimento de Aluguel Social – benefício que nunca chegou a nenhuma das famílias do movimento.

Leia mais:

Em entrevista ao Portal Correio de Carajás, William Oliveira da Silva, representante do Movimento Dignidade Para Morar, garantiu que havia um acordo para que nenhuma ocupação acontecesse no antigo acampamento onde estavam localizados, às proximidades do bairro Jardim Tropical. “Mas quando viramos as costas os outros [movimentos] entraram”.

Esta entrada, segundo ele, teria sido orquestrada por grupos ligados à administração pública. “Fechamos, então, um acordo de Aluguel Social para todas as 514 famílias que estão aqui, além de um recadastramento da [Secretaria de] Habitação de todo esse povo, mas como o prefeito não cumpriu a parte dele, invadimos esta área aqui [na proximidade do bairro Cidade Jardim]” explica William, questionando onde Darci irá alocar todas as famílias, uma vez que uma reintegração de posse foi marcada para o final da tarde desta quinta-feira (16).

Uma das sitiantes do Dignidade Para Morar é Lidimar Ferreira Pereira, dona de casa – que no momento está sem casa – e mãe de quatro crianças. Ela conta que está acampada com a cunhada, cuidando de seus quatro filhos e mais quatro sobrinhos, enquanto espera o prometido benefício da Prefeitura de Parauapebas.

Lidimar Ferreira, de rosa, posa com a família em acampamento improvisado; são cinco anos aguardando por Aluguel Social (Imagem: Juliano Corrêa)

“Ficou só na promessa, e não é de hoje. Fiz meu cadastro [no programa Aluguel Social] em 2016, e até hoje não fui contemplada. A gente invade aqui porque a gente precisa, né? Se não tem Aluguel Social, a gente vai pra rua. Onde tem [para ocupar], a gente tá entrando.  Tem criança pra cuidar, a gente tem que entrar” contou Lidimar, desiludida com a situação.

William afirmou que o Movimento não procura agitação ou conflito; apenas um local para morar. “Não queremos nada além disso. Gostariamos que o prefeito viesse falar conosco”, diz o representante. O Portal Correio de Carajás solicitou nota oficial para a Assessoria de Imprensa da PMP, que não respondeu à solicitação até o fechamento da pauta. (Juliano Corrêa)

 

Comentários

Mais

“Fluxo interminável de bebês”, diz mãe após parto de 9 crianças

“Fluxo interminável de bebês”, diz mãe após parto de 9 crianças

Halima Cissé, de 26 anos, deu à luz nove crianças, no Marrocos. A jovem contou que ela e o pai dos…
Polícia não tem indícios de participação de movimentos sociais e partidos em depredação de moradias populares em Pernambuco

Polícia não tem indícios de participação de movimentos sociais e partidos em depredação de moradias populares em Pernambuco

Enganoso Vídeos virais no Facebook, YouTube, Twitter e TikTok enganam ao atribuir aos movimentos sociais MST e MTST e aos…
Embrapa lança sistema AgroTag Pará

Embrapa lança sistema AgroTag Pará

A Embrapa Amazônia Oriental e a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (Semas) lançam nesta terça-feira…
Sefa apreende 85 cabeças de gado sem nota fiscal em Dom Eliseu

Sefa apreende 85 cabeças de gado sem nota fiscal em Dom Eliseu

Servidores da Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa) apreenderam, no sábado (23), na unidade de coordenação de mercadorias em trânsito…
Círio de Nazaré traz festa e emoção a Parauapebas

Círio de Nazaré traz festa e emoção a Parauapebas

Uma rodoromaria marcou o fim das festividades do Círio de Nazaré em Parauapebas neste sábado (23). A celebração começou com…
Mais 272.610 vacinas contra a Covid-19 chegam ao Pará

Mais 272.610 vacinas contra a Covid-19 chegam ao Pará

O Pará recebeu, na tarde desta sexta-feira (22), no Aeroporto Internacional de Belém, 272.610 doses da vacina Pfizer. Foi a…