Correio de Carajás

Prefeitura de Marabá fará audiência para discutir transporte coletivo

Nassom e TCA estão com os dias contados em Marabá. Prefeitura agora vai ouvir a comunidade antes de dizer “Bye Bye”. (Foto: Correio)
Nassom e TCA estão com os dias contados em Marabá. Prefeitura agora vai ouvir a comunidade antes de dizer “Bye Bye”. (Foto: Correio)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Por meio de Diário Oficial, a Prefeitura Municipal de Marabá convida, nesta terça-feira, dia 14 de janeiro, toda a comunidade para participar de uma audiência pública para apresentação, divulgação e discussão do estudo técnico que visa fundamentar o Termo de Referência do edital de licitação para a concessão do serviço público de transporte coletivo por ônibus no município.

O evento marcado para o dia 30 deste mês de janeiro, a partir de 8 horas, no auditório do Cine Marrocos, na Marabá Pioneira. Segundo a Prefeitura, o objetivo da audiência pública visa prestar a devida informação à sociedade civil sobre o conteúdo do estudo técnico, o modelo do sistema de transporte público que será proposto, as exigências do edital de licitação para a concorrência e o modo de seleção de suas propostas.

O estudo técnico foi desenvolvido pelo Município, com objetivo da prestação do serviço para reestruturação do sistema de transporte coletivo em Marabá.

Leia mais:

Em setembro do ano passado, depois de reconhecer que o transporte coletivo tinha virado um caos na cidade, o prefeito Tião Miranda publicou a Portaria Nº 1.825/2019, em que divulgou um Processo Administrativo de Caducidade em relação à concessão de 25 anos para as empresas Transportes Coletivos de Anápolis (TCA) e Nasson Tur Turismo Ltda, que detêm (ainda) os contratos 069/2012/PMM e 070/2012/PMM.

Embora a pressão popular fosse grande para que as empresas sejam trocadas por outras, imediatamente, a Prefeitura explicou que era necessário cumprir uma formalidade legal antes de expurgar as empresas de Marabá.

A Prefeitura reconheceu que estava havendo prestação do serviço de transporte coletivo urbano de forma inadequada ou deficiente, com redução de frota, ausência de informações relativas à alteração das rotas e má conservação dos veículos; perda das condições econômicas, técnicas e operacionais para manter a adequada prestação do serviço concedido, notadamente no que se refere às condições de regularidade fiscal e trabalhista.

Nos últimos anos, a população presenciou diversas paralisações dos motoristas e cobradores das duas empresas, que reclamavam de salários atrasados. O desgaste se potencializou nas redes sociais e as empresas colocaram culpa na falta de um terminal de integração, uma promessa antiga da Prefeitura, mas que não tinha sido construído.

Quando o terminal ficou pronto (mesmo que em caráter provisório), as queixas não diminuíram, e os salários continuaram atrasando.

Na ocasião, as empresas que administram o transporte público de Marabá informaram que o custo com mão-de-obra dos trabalhadores representa 52% das despesas e que o congelamento da tarifa ao longo dos anos e a queda do número de usuários contribuem para acelerar a crise local no transporte público no município.

Enquanto a barca está em andamento, as empresas continuam oferecendo serviço e a Prefeitura de Marabá continua a construção de um terminal integrado de passageiros definitivo entre as folhas 23 e 27, na Nova Marabá. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Mais

Parauapebas: Shopping doa terreno para construção de nova rodoviária

Parauapebas: Shopping doa terreno para construção de nova rodoviária

Uma cerimônia realizada nesta quarta-feira (23) em uma das salas do cinema que funciona no Partage Shopping, em Parauapebas, anunciou…
Lote com seis mil litros de IFA chega ao Instituto Butantan neste sábado

Lote com seis mil litros de IFA chega ao Instituto Butantan neste sábado

Nesta quarta-feira, 23, o governo de São Paulo informou, que no sábado, 26, o Instituto Butantan receberá um lote com…
DMTU: Rede de Proteção às Mulheres e Departamento de Trânsito discutem ações contra assédio no transporte público

DMTU: Rede de Proteção às Mulheres e Departamento de Trânsito discutem ações contra assédio no transporte público

Nesta quarta-feira (23), na sede do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), foi realizada uma reunião com as…
Equatorial Pará divulga nome dos ganhadores finais da promoção Energia em Dia

Equatorial Pará divulga nome dos ganhadores finais da promoção Energia em Dia

A Equatorial Energia Pará divulgou nesta terça-feira, 22, o resultado final desta temporada da promoção Energia em Dia. A campanha…
Relatório da Abin aponta indícios de irregularidades na fortuna de Luciano Hang, diz jornal

Relatório da Abin aponta indícios de irregularidades na fortuna de Luciano Hang, diz jornal

RIO — A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) produziu, em julho de 2020,  relatório que indicava problemas e inconsistências na…
Governo Federal vai fazer consulta pública para leiloar aeroportos no Pará, diz ministro

Governo Federal vai fazer consulta pública para leiloar aeroportos no Pará, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, divulgou na última terça-feira, 22, que o governo federal deve abrir, no…