Correio de Carajás

Preço da gasolina cai 2% nesta terça-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Petrobrás anunciou novo corte dos preços da gasolina e do óleo diesel, que passam a valer a partir desta terça-feira, 11. A gasolina ficou 2% mais barata e o óleo diesel, 1,7%. Essa é a terceira queda consecutiva desde o dia 7 e a quinta desde que a empresa anunciou a nova política de revisão de preços, em curtos intervalos de tempo, no dia 30 de junho. Desde então, a Petrobrás reajustou os valores seis vezes. Apenas em uma delas, para cima, no dia 4 deste mês, em 1,8% e 2,7%, para a gasolina e o diesel, respectivamente.

Com a nova política, a Petrobrás espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. A estatal perdeu participação de mercado no primeiro semestre, por conta de competidores, que estavam trazendo combustíveis mais baratos do exterior, aproveitando o momento de recuperação de margens, adotado pela estatal. Com isso, as refinarias da Petrobrás estavam trabalhando com menores patamares de utilização da capacidade, o que significa que o custo de produção de cada litro estava saindo mais caro para a companhia.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobrás agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.(Estadão)

Leia mais:

A Petrobrás anunciou novo corte dos preços da gasolina e do óleo diesel, que passam a valer a partir desta terça-feira, 11. A gasolina ficou 2% mais barata e o óleo diesel, 1,7%. Essa é a terceira queda consecutiva desde o dia 7 e a quinta desde que a empresa anunciou a nova política de revisão de preços, em curtos intervalos de tempo, no dia 30 de junho. Desde então, a Petrobrás reajustou os valores seis vezes. Apenas em uma delas, para cima, no dia 4 deste mês, em 1,8% e 2,7%, para a gasolina e o diesel, respectivamente.

Com a nova política, a Petrobrás espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. A estatal perdeu participação de mercado no primeiro semestre, por conta de competidores, que estavam trazendo combustíveis mais baratos do exterior, aproveitando o momento de recuperação de margens, adotado pela estatal. Com isso, as refinarias da Petrobrás estavam trabalhando com menores patamares de utilização da capacidade, o que significa que o custo de produção de cada litro estava saindo mais caro para a companhia.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobrás agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.(Estadão)

Comentários

Mais

Fiocruz: acordo vai combater transmissão congênita da doença de Chagas

Fiocruz: acordo vai combater transmissão congênita da doença de Chagas

Um convênio assinado hoje (14) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a agência internacional Central Internacional para a Compra de…
Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa

Abertura de empresas bate recorde em 2020, diz Serasa

Em 2020, foram abertas 3,3 milhões de novas empresas, segundo levantamento da Serasa Experian. O número representa um crescimento de…
Covid: saúde mental piorou para 53% dos brasileiros sob pandemia, aponta pesquisa

Covid: saúde mental piorou para 53% dos brasileiros sob pandemia, aponta pesquisa

Mais da metade dos brasileiros entrevistados por uma pesquisa declararam que sua saúde emocional e mental piorou desde o início…
Como escolher um bom café? Mitos e curiosidades sobre a bebida queridinha dos brasileiros

Como escolher um bom café? Mitos e curiosidades sobre a bebida queridinha dos brasileiros

A segunda bebida mais consumida no mundo é também aquela que hoje serve como instrumento para aproximar ainda mais as…
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre

Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre

Termina hoje (14), às 23h59, o prazo de inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre…
Decisão judicial ratifica atuação da Arcon no combate ao transporte clandestino

Decisão judicial ratifica atuação da Arcon no combate ao transporte clandestino

Decisão favorável do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), no final do mês passado, ratifica o poder de…