Correio de Carajás

Poste na ponte é só teste

A Vale informou, por meio de nota encaminhada hoje, quarta-feira (8), ao Correio de Carajás que a instalação de postes que ocorre na ponte rodoferroviária do Rio Tocantins é apenas a fase de teste do sistema de iluminação. De acordo com a assessoria de comunicação da mineradora, essa etapa é importante para avaliação das questões de segurança rodoviária e ferroviária que envolvem a atividade.

Acrescentou, ainda, que a previsão para a instalação do sistema de iluminação de fato deve ser iniciada apenas no segundo semestre, a partir de setembro. Sobre a obra de recuperação que vem sendo realizada, a empresa informou que o serviço de revestimento asfáltico já está concluído e que agora está sendo feita a instalação de grade metálica para vedar os vãos entre as plataformas rodoviárias e ferroviária.

Ao todo, a ponte tem 2.310 metros e há 32 anos é uma das maiores do gênero no mundo. O serviço está sendo executado por uma empresa especializada no assunto, contratada pela Vale. Toda a obra de recuperação, segurança, asfalto e iluminação está orçada em aproximadamente R$ 25 milhões. (Luciana Marschall)

Leia mais:

A Vale informou, por meio de nota encaminhada hoje, quarta-feira (8), ao Correio de Carajás que a instalação de postes que ocorre na ponte rodoferroviária do Rio Tocantins é apenas a fase de teste do sistema de iluminação. De acordo com a assessoria de comunicação da mineradora, essa etapa é importante para avaliação das questões de segurança rodoviária e ferroviária que envolvem a atividade.

Acrescentou, ainda, que a previsão para a instalação do sistema de iluminação de fato deve ser iniciada apenas no segundo semestre, a partir de setembro. Sobre a obra de recuperação que vem sendo realizada, a empresa informou que o serviço de revestimento asfáltico já está concluído e que agora está sendo feita a instalação de grade metálica para vedar os vãos entre as plataformas rodoviárias e ferroviária.

Ao todo, a ponte tem 2.310 metros e há 32 anos é uma das maiores do gênero no mundo. O serviço está sendo executado por uma empresa especializada no assunto, contratada pela Vale. Toda a obra de recuperação, segurança, asfalto e iluminação está orçada em aproximadamente R$ 25 milhões. (Luciana Marschall)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.