Paragominas: Barragem rompe na madrugada e deixa mortos e desaparecidos

Redação Por: Redação

Cidades Diversas

74241 Visualizações

Publicado em 12/04/2018 12:31h

A Prefeitura Municipal de Paragominas confirmou em nota divulgada agora pouco a morte de duas crianças em decorrência da tragédia que pegou os moradores do município de surpresa nesta madrugada (12). Há relatos de que uma barragem tenha se rompido em decorrência das fortes chuvas, causando o transbordamento do Rio Uraim e alagamentos em toda a cidade.

No posicionamento, a administração informou que já decretou estado de calamidade pública em toda a extensão do munícipio de Paragominas, em virtude de desastres. “Conseguimos um avião para que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente fizesse sobrevoo pela cidade e verificar se houve um possível rompimento de barragens aqui próximo”, diz o texto.

Ainda de acordo com a nota, todos os órgãos municipais foram convocados para atuarem nos locais de desastre e atender à população em locais de abrigo. além de ter sido realizada a convocação de voluntários para arrecadação de recursos junto à comunidade.

Sobre o abastecimento de água, esclarece que houve rompimentos de tubulação isolados, mas que não afetarão o abastecimento da cidade. Reparos já estão sendo realizados em pontos de alguns bairros que ficaram sem água e a previsão é de que até o início da tarde de hoje, toda cidade tenha o abastecimento de água restabelecido.

“A Defesa Civil Nacional, Polícia Militar Estadual, Corpo de Bombeiros, Presidentes Comunitários de bairros e o prefeito de Paragominas estão neste momento fazendo mapeamento dos bairros que foram atingindos, para poder definir ações que irão restabelecer a ordem e dar assistência para os desabrigados”, diz o município.

A Prefeitura Municipal solicita, ainda, toda a ajuda possível, tanto na doação de alimentos e roupas, quanto no trabalho voluntário. “Igrejas e clubes de serviço e demais entidades já estão nos ajudando e quero agradecer por isso. Empresas também e a sociedade. Esse é o momento de solidariedade”. Por fim, afirma que a cidade nunca passou por isso, que é uma situação nova e delicada.

O juiz Robério Tiburcio de Moraes Cavalcanti enviou ofício ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, desembargador Ricardo Ferreira Nunes, informando a suspensão do expediente forense e informando que a comarca encontra-se em situação de calamidade em decorrência das fortes chuvas e rompimento de uma das barragens locais, com risco de rompimento de mais duas, segundo informações preliminares. (Luciana Marschall)

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: