Correio de Carajás

Polícia Federal tenta localizar italiano Cesare Battisti

Cesare Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália (Marcello Casal Jr)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Desde a semana passada, a Polícia Federal (PF) procura o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, que tem mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Condenado na Itália à prisão perpétua por quatro homicídios cometidos nos anos 1970, quando integrava o grupo Proletariados Armados pelo Comunismo, ele está desaparecido desde que o ministro Luiz Fux do STF, expediu a ordem.  

O mandado de prisão foi expedido no dia 13, em seguida o presidente Michel Temer assinou a extradição de Battisti com apoio do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e do futuro ministro da Justiça, Sergio Moro.

A Polícia Federal fez buscas em São Paulo, na região onde Battisti vivia, na cidade de Cananeia, no litoral do estado, sem sucesso. As investigações continuam. A preocupação é que ele tenha mudado de aparência, daí a divulgação de 20 imagens distintas sobre como ele poderia estar.

Leia mais:

Battisti é considerado foragido pela PF. Informações podem ser fornecidas pelo telefone (61) 2024-9180 ou pelo e-mail [email protected]  A polícia informou que o anonimato será resguardado.

A defesa de Battisti recorreu ao Supremo para impedir a prisão.

Extradição

Há quatro dias o presidente Michel Temer assinou a extradição de Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália.

O italiano chegou em 2004 ao Brasil, onde foi preso três anos depois. Battisti foi solto da Penitenciária da Papuda, em Brasília, em 9 de junho 2011, e voltou a ser preso em outubro do ano passado na cidade de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, perto da fronteira do Brasil com a Bolívia.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na ocasião, Battisti tentou sair do país ilegalmente com cerca de R$ 25 mil em moeda estrangeira. Após a prisão, Battisti teve a detenção substituída por medidas cautelares.

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, enviou carta a Temer agradecendo a decisão. “Senhor presidente, quero expressar meu mais sincero agradecimento pela decisão de Vossa Excelência sobre o caso do cidadão italiano Cesare Battisti, definitivamente condenado pela Justiça italiana por crimes gravíssimos e que até hoje se subtraiu à execução das relativas sentenças.” (Agência Brasil)

Mais

Vítima de homicídio é encontrada em campo de futebol

Vítima de homicídio é encontrada em campo de futebol

A 15ª Seccional Urbana de Tucuruí ficará encarregada de investigar o assassinato de um homem identificado pelo nome de Josiel…
Operação policial no Jacarezinho deixa pelo menos 25 mortos

Operação policial no Jacarezinho deixa pelo menos 25 mortos

Uma operação da Polícia Civil do RJ contra o tráfico de drogas no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, deixou 25…
Trotes atrapalham as ações da polícia em Marabá

Trotes atrapalham as ações da polícia em Marabá

Todos os dias a Polícia Militar de Marabá atende diversas ligações falsas, os chamados trotes. Muitas das vezes, a equipe…
PRF apreende 105 toneladas de minério ilegal em caminhão na BR-222

PRF apreende 105 toneladas de minério ilegal em caminhão na BR-222

Um caminhão que transportava 105 toneladas de minério ilegal foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no sudeste do Pará.…
Foragido da justiça é linchado por populares da Folha 16 após esfaquear homem

Foragido da justiça é linchado por populares da Folha 16 após esfaquear homem

Por volta das 16 horas desta quarta-feira, 5, um homem foi esfaqueado na Folha 16, no bairro Nova Marabá. A…
Mulher mata o marido com golpes de faca no Bairro Araguaia

Mulher mata o marido com golpes de faca no Bairro Araguaia

Uma discussão de casal terminou em tragédia na noite desta quarta-feira (5), no bairro Araguaia, em Marabá. Após receber um…