Correio de Carajás

Polícia Civil desvenda morte na Velha Marabá

Delegado Ivan conduziu as investigações e desvendou o assassinato seis meses depois/ Foto: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em cumprimento de mandado de internação provisória, a Superintendência Regional de Polícia Civil do Sudeste do Pará apreendeu um jovem de 18 anos, apontado como autor do assassinato de Jholzerf William Farias da Silva, o Jholzinho, de 23 anos, crime ocorrido em outubro do ano passado.

Embora o acusado tenha hoje 18 anos, na época do assassinato ele ainda tinha 17 anos, por isso todo o procedimento será feito de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), segundo explicou ontem o delegado Ivan Pinto da Silva, responsável pela investigação do caso.

Ainda de acordo com o policial, na época do crime, o acusado que foi apreendido agora não agiu sozinho. Pelo menos cinco pessoas participaram do assassinato de Jholzinho, executado a tiros na Rua Magalhães Barata, na Marabá Pioneira, dia 6 de outubro do ano passado.

Leia mais:

Perguntado se a polícia já tem identificação dos outros quatro envolvidos no homicídio, o delegado Ivan Silva disse que todos já estão devidamente identificados e com pedido de prisão expedida. Resta agora localiza-los e prendê-los. O jovem apreendido agora é o único que ainda era menor de idade na época do crime.

Ainda segundo o delegado, o acusado foi localizado pela Polícia Civil em uma casa abandonada, na Folha 33, Nova Marabá. Segundo as investigações, o jovem pertence à facção Comando Vermelho e – junto com as outras quatro pessoas – tirou a vida da vítima a tiros.

A Polícia Civil informou que o jovem internado relatou que Jholzerf pertencia à facão Primeiro Comando da Capital (PCC) e teria atirado contra integrantes do CV, o que resultou em vingança do grupo contra ele. (Chagas Filho e Luciana Marschall)

SAIBA MAIS

Na época do crime, o Jornal CORREIO já havia noticiado que o assassinato poderia estar ligado à guerra entre facções. A vítima ainda chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), mas morreu ao chegar à casa de saúde. O jovem ficou de ser encaminhado para o Centro de Internação do Adolescente Masculino (Ciam).

Comentários

Mais

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Ao menos 259 toneladas de minério do tipo manganês transportadas de forma ilegal foram apreendidos em Marabá, no sudeste do Pará.…
Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Francisco Borges Pereira, que trabalhava como caseiro de um sítio na Vila Lajeado 1, zona rural de Marabá, foi preso…
Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Carregando mais de 50 gramas de maconha na bolsa, Rayris Souza Ramos saiu correndo ao avistar a guarnição da Guarda…
Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Paulo Sérgio Silva, de 20 anos, foi levado para a 20ª Delegacia de Polícia Civil de Parauapebas após ser flagrado…
Quarteto vai preso em ponto de venda de drogas em Canaã

Quarteto vai preso em ponto de venda de drogas em Canaã

Após denúncias de que uma casa estaria sendo usada como local de venda de drogas, a Polícia Civil de Canaã…
PC prende membro de facção criminosa envolvido em assalto a banco

PC prende membro de facção criminosa envolvido em assalto a banco

A Polícia Civil do Pará prendeu, neste sábado (25), em Pacajá, na região sudeste, durante um culto religioso, um homem…