Correio de Carajás

Polícia cerca quarteto, um morre e três conseguem fugir em Parauapebas

Rafael Martins Soares era conhecido por praticar assaltos no município / Foto: Divulgação
Rafael Martins Soares era conhecido por praticar assaltos no município / Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais uma intervenção policial em Parauapebas termina com mortes. Desta vez, Rafael Martins Soares foi o azarado da vez, falecendo após ser atingido por um disparo de arma de fogo, enquanto tentava fugir dos militares do Grupamento Tático Operacional (GTO), em um barraco localizado próximo à Vila Onalício Barros, a cerca de 40 quilômetros do município. O confronto ocorreu por volta das 15h30 de sexta-feira (5).

Rafael era conhecido por praticar assalto a mão armada no município e após um levantamento do Serviço de Inteligência do 23° Batalhão de Polícia Militar (BPM), a PM conseguiu descobrir seu paradeiro e de mais três indivíduos. Eles estariam escondidos em um barraco, próximo a um areal, depois da referida vila.

A guarnição, utilizando um veículo descaracterizado para não chamar atenção, chegou até o local e o quarteto percebeu, fugindo imediatamente rumo ao mato. Os militares deram ordens para que parassem, porém, eles continuaram e ainda efetuaram disparos contra a guarnição.

Leia mais:
Armas apreendidas no barraco foram apresentadas da Depol de Parauapebas/ Foto: Divulgação

Rafael se escondeu na vegetação e começou a disparar contra os policiais, que revidaram, vindo a atingi-lo com um tiro no pescoço. O criminoso estava com um revólver Taurus, calibre .38, com três munições intactas e três deflagradas.

Outro fugitivo da intervenção, conhecido como Nôno, foi visto pelos militares e, também perseguido, atirou contra os policiais, que também revidaram, atingindo-o. Todavia, ele conseguiu escapar no meio do mato, deixando um rastro de sangue por 300 metros e um coldre preto, conforme o relato da PM.

Os três procurados conseguiram escapar e deixaram no barraco duas armas de fabricação caseira, um carregador de pistola calibre .45 e uma munição intacta do mesmo calibre. As armas foram apresentadas na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil.

Rafael foi levado pela guarnição, na própria viatura, até o Hospital Municipal de Parauapebas, porém, não reagiu aos ferimentos e faleceu. (Zeus Bandeira – Com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

Motorista morre em acidente e menina de 5 anos pede socorro na estrada

Motorista morre em acidente e menina de 5 anos pede socorro na estrada

Um trágico acidente envolvendo um carro modelo Fiat Palio, de cor prata, resultou na morte de Adenilson de Araújo Medeiros,…
PM prende “Super Homem” que foi candidato a vereador em Marabá

PM prende “Super Homem” que foi candidato a vereador em Marabá

Na metade da manhã deste domingo, dia 19, as autoridades policiais ficaram em alerta em Marabá. Por volta das 10…
Garota de 22 é presa em avião quando tentava trazer droga para Marabá

Garota de 22 é presa em avião quando tentava trazer droga para Marabá

Na madrugada do sábado (18), jovem de 22 anos foi presa em flagrante dentro de um avião que aguardava para…
Corpo cheio de facadas é encontrado próximo ao Rio Parauapebas

Corpo cheio de facadas é encontrado próximo ao Rio Parauapebas

Um corpo do sexo masculino foi encontrado na manhã deste domingo (19) em uma estrada que dá acesso ao Rio…
Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Motoqueiro bêbado provoca acidente na Folha 29

Após atravessar o canteiro central e tentar alcançar a pista, o condutor de uma motocicleta, Elias Alves de Almeida, de…
Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Motociclista morre ao bater moto em carro estacionado

Uma fatalidade ceifou a vida do trabalhador rural Jorcelino Alves de Araújo, de 51 anos de idade, morador do município…