Correio de Carajás

PM de folga salva vítima de tentativa de homicídio

Para sorte da vítima, o policial, que estava de folga, percebeu que um assassinato iria ocorrer e agiu rápido, matando um dos criminosos, que reagiu

Um dos envolvidos morreu ainda no local, após troca de tiros com o policial/ Fotos: Divulgação

Foi identificado o corpo de Carlos Eduardo Conceição Sipauba, morto na noite dessa quarta-feira (3) no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, durante confronto com o policial militar da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (ROCAM) Wedson Leal dos Santos, de 33 anos, de folga no momento da ação.

A tentativa de homicídio ocorreu em um lava-jato na esquina entre a Avenida J e a Rua D17. O policial aguardava pela lavagem do seu carro quando a vítima – Marcos Rodrigues Rosa da Conceição, de 21 anos – chegou ao local em busca de um emprego e, contrariado, sentou ao seu lado, relata o militar.

Foi nesse momento que Wedson percebeu a chegada dos dois jovens em uma motocicleta – um deles de apenas 15 anos –, que imediatamente abriram fogo contra Marcos. O policial militar também sacou sua arma de fogo e atirou contra os jovens, atingindo ambos.

Leia mais:
Wedson Leal faz parte do grupamento ROCAM de Parauapebas

Cessado o tiroteio, o militar solicitou apoio da Polícia Militar, além do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros – o que pudesse chegar primeiro para prestar socorros.

“A impressão que eu tinha é que eu ia morrer naquele momento”, afirmou Wedson, que não sabia, no momento da ação, quem os atiradores queriam executar. Ele afirmou ter sentido medo e desespero no momento, mas seu treinamento militar garantiu que tivesse uma resposta rápida.

A arma usada pelos acusados foi apreendida após a empreitada criminosa

Carlos Eduardo foi a óbito antes da chegada da SAMU. Marcos Rodrigues e o menor de idade foram atendidos e levados ao hospital, mas ainda não se sabe o estado de saúde de ambos. (Clein Ferreira com informações de Josseli Carvalho)

Comentários