Correio de Carajás

PF resgata 4 trabalhadores e encontra até caranguejeira em alojamento

ESCRAVOS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quatro trabalhadores em situação análoga à de escravos foram resgatados durante ações realizadas entre os dias 4 e 11 deste mês pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público do Trabalho em propriedades rurais de Novo Repartimento, Palestina do Pará e Pacajá.

Conforme a Polícia Federal, foram realizadas várias fiscalizações em áreas rurais localizadas no sudoeste do estado do Pará. O objetivo era identificar e resgatar pessoas que poderiam estar trabalhando em condições irregulares.

Ao longo dos dias, a equipe de policiais ouviu vários trabalhadores e responsáveis pelas áreas para averiguar as condições de trabalho oferecidas aos empregados.

Leia mais:

O intuito principal foi assegurar o fornecimento de requisitos mínimos para que os funcionários realizarem as atividades de maneira digna, já que o trabalho análogo à escravidão é um crime de grande impacto negativo humano e social.

No decorrer das ações foram constatadas diversas irregularidades trabalhistas, tais como pessoas trabalhando sem registro e assinatura de Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como ausência de exames médicos admissionais e não fornecimento de EPIs.

O fato mais grave foi a identificação de um estabelecimento com péssimas condições de higiene no alojamento. Era uma casa de madeira que servia de dormitório, compartilhado por homens e mulheres, onde não havia porta de separação entre os cômodos. Havia, ainda, grandes frestas entre as tábuas permitindo o ingresso de animais peçonhentos, inclusive foi localizada uma aranha caranguejeira no local.

A água para consumo era de um poço artesiano que provia o líquido sem condições para beber e também não havia banheiro para realizarem as necessidades humanas básicas, sendo necessário que os trabalhadores realizassem no mato, além de não haver um local adequado para a armazenar alimentos, tendo que utilizarem a tática de salgar as carnes para poder conservá-las, deixando-as expostas ao ambiente e à contaminação. (Henrique Garcia com informações da assessoria de comunicação da Polícia Federal)

Comentários

Mais

Mulher confirma bolsa fedendo a maconha, mas nega tráfico da droga

Mulher confirma bolsa fedendo a maconha, mas nega tráfico da droga

Maiza Rocha Azevedo, de 23 anos, foi presa na noite desta terça-feira (2), pouco antes da meia-noite, em uma van…
Homem é torturado e morto no Bairro Bom Planalto

Homem é torturado e morto no Bairro Bom Planalto

Mais um caso de assassinato está nas mãos da equipe do delegado Toni Vargas, titular do Departamento de Homicídios da…
Criança de cinco anos sofre abuso por vizinho alcoolizado

Criança de cinco anos sofre abuso por vizinho alcoolizado

Elilson Jhon Bezerra da Silva foi preso na manhã de segunda-feira (2), em Parauapebas, acusado de estupro de vulnerável contra…
Homem é linchado após esfaquear mulher

Homem é linchado após esfaquear mulher

Um homem quase foi linchado após esfaquear uma mulher na tarde do último sábado, 31, em Conceição do Araguaia, região…
Anapu registra três homicídios em menos de 24 horas

Anapu registra três homicídios em menos de 24 horas

A Polícia Civil do município de Anapu, no Sudoeste do Pará, investiga três casos de homicídios ocorridos na manhã de…
Assaltante de van morre após troca de tiros com a PM

Assaltante de van morre após troca de tiros com a PM

Após participar do assalto a van e do roubo de uma motocicleta na tarde de sábado (31), um homem, que…