Correio de Carajás

PF diz que celular de Bolsonaro também foi alvo de hackers presos

Foto: Marcos Corrêa/PR
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Polícia Federal (PF) informou ao Ministério da Justiça e Segurança Pública que celulares utilizados pelo presidente Jair Bolsonaro também foram alvos de ataque do grupo de hackers preso na última terça-feira (23) em operação da PF.

A operação Spoofing, autorizada pelo juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, investiga invasão do celular do ministro Sérgio Moro, de um desembargador, um juiz federal e dois delegados da Polícia Federal. A operação foi deflagrada nesta terça-feira (23) nas cidades de São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto.

Por meio de nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que Bolsonaro foi devidamente comunicado sobre o fato por uma questão de segurança nacional. A nota não informa se os hackers conseguiram obter alguma informação dos aparelhos usados pelo presidente.

Leia mais:
“O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo Sr. Presidente da República foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira. Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Sr. Presidente da República.”

A Polícia Federal prendeu na terça-feira quatro pessoas, na Operação Spoofing, por suspeita de invasão no celulares de autoridades, entre as quais, o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Foram presos:

  • Gustavo Henrique Elias Santos: era DJ e já foi preso por receptação e falsificação de documentos; foi detido pela PF em São Paulo
  • Suelen Priscila de Oliveira: mulher de Gustavo, não tinha passagem pela polícia; foi presa junto com o marido em São Paulo
  • Walter Delgatti Neto: conhecido como Vermelho, já foi preso por falsidade ideológica e por tráfico de drogas; foi preso em Ribeirão Preto pela PF
  • Danilo Cristiano Marques: foi preso em Araraquara e já teve condenação por roubo

A PF estima que cerca de 1 mil pessoas foram alvo dos supostos hackers. De acordo com a polícia, foi encontrado com um dos detidos uma conta do ministro da Economia, Paulo Guedes, no aplicativo de mensagens Telegram.

Os suspeitos prestaram depoimento à Polícia Federal e estão presos em Brasília. O advogado Ariovaldo Moreira, que representa o DJ Gustavo Henrique Elias Santos, disse que o cliente relatou à PF que que Vermelho desejava vender ao PT as mensagens que obteve de autoridades.

Após a divulgação das declarações do advogado, o PT emitiu nota na qual afirma que o inquérito que apura a atuação de supostos hackers para invadir o celular do ministro Sérgio Moro (Justiça) se tornou uma “armação” contra o partido.

(Fonte:G1)
Comentários

Mais

Brasil: Cinco municípios elegem seus prefeitos hoje

Brasil: Cinco municípios elegem seus prefeitos hoje

Os eleitores de cinco municípios irão às urnas hoje (13) para eleger seus prefeitos. Em Sidrolândia (MS), Nova Pata do…
Mourão diz que Bolsonaro autorizou nova operação militar na Amazônia

Mourão diz que Bolsonaro autorizou nova operação militar na Amazônia

O vice-presidente Hamilton Mourão disse hoje (11) que o presidente Jair Bolsonaro autorizou uma nova operação das Forças Armadas para combater crimes…
CPI aprova quebra de sigilos de e-mails e ligações de Pazuello, Ernesto Araújo e de ‘gabinete da Saúde paralelo’

CPI aprova quebra de sigilos de e-mails e ligações de Pazuello, Ernesto Araújo e de ‘gabinete da Saúde paralelo’

Impedida por uma decisão judicial de ouvir o depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima, a Comissão Parlamentar de Inquérito da…
Dois congressistas bolivianos trocam socos e chutes

Dois congressistas bolivianos trocam socos e chutes

Dois congressistas bolivianos da situação e da oposição trocaram socos e chutes nesta terça-feira (8) durante uma sessão pública que…
TCU afasta auditor que preparou estudo falso sobre covid-19

TCU afasta auditor que preparou estudo falso sobre covid-19

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, autorizou a abertura de processo administrativo disciplinar contra o…
Conselho de Ética aprova perda de mandato da deputada Flordelis

Conselho de Ética aprova perda de mandato da deputada Flordelis

O Conselho de Ética da Câmara decidiu nesta terça-feira (8), por 16 votos a 1, cassar o mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ),…