Correio de Carajás

Petrobras reajusta mais uma vez preços da gasolina e do diesel

DISPARADA DOS COMBUSTÍVEIS

Foto: FreePik
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Litro da gasolina terá alta de 7,04% nas refinarias; diesel sobe 9,15%.

A Petrobras vai reajustar mais uma vez os preços da gasolina e do diesel para as distribuidoras. Segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira (25) pela petroleira, os novos valores passam a vigorar a partir de terça (26).

A alta já havia sido antecipada no domingo pelo presidente Jair Bolsonaro. Durante um evento em Brasília, ele afirmou que “infelizmente, pelos números do preço do petróleo lá fora e do dólar aqui dentro nos próximos dias, a partir de amanhã, infelizmente teremos reajuste do combustível”.

Com a alta, o preço médio de venda da gasolina passará de R$ 2,98 para R$ 3,19 por litro, um reajuste médio de R$ 0,21 por litro (alta de 7,04%). É o segundo reajuste no preço do combustível este mês. No último dia 9, a gasolina já havia subido 7,2%.

Leia mais:

Já o litro do diesel A passará de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,28 por litro (alta de 9,15%). A última alta do combustível havia sido em 28 de setembro, de 8,89%.

No ano, o diesel já acumula alta de 65,3% nas refinarias. Já a gasolina subiu 73,4% no mesmo período.

Nos postos, o preço médio da gasolina ficou em R$ 6,36 o litro na semana passada, com o valor máximo chegando a R$ 7,46, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O óleo diesel, por sua vez, registrou preço médio de R$ 5,04 e máximo de R$ 6,42 o litro.

“Esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”, diz a estatal em nota.

 

Petróleo e dólar em patamares mais elevados

A explicação para o aumentos dos preços dos combustíveis está em vários fatores, mas, principalmente, no valor do petróleo e no câmbio.

O dólar e a cotação do petróleo vêm tendo mais influência sobre os preços de combustíveis no Brasil desde 2016, quando a Petrobras passou a praticar o Preço de Paridade Internacional (PPI), que se orienta pelas flutuações do mercado internacional.

Na semana passada, o preço do barril de petróleo Brent – referência internacional – fechou acima em US$ 85,53, perto das máximas desde o final de 2018. No começo do ano, o preço médio estava abaixo de US$ 65.

Já o dólar atingiu R$ 5,6282, acumulando alta de mais de 3% na semana.

Segundo a Petrobras, o alinhamento de preços ao mercado internacional “se mostra especialmente relevante no momento que vivenciamos, com a demanda atípica recebida pela Petrobras para o mês de novembro de 2021”.

Parcela da Petrobras

 

Com os novos valores, a parcela da Petrobras no valor do litro de gasolina pago pelos consumidores nos postos passará a ser de R$ 2,33, em média.

Já no caso do diesel, a parcela da estatal será de R$ 3,34.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Instituto Miguel Chamon entrega óculos no Liberdade, em Parauapebas

Instituto Miguel Chamon entrega óculos no Liberdade, em Parauapebas

Durante o mês de outubro, o Instituto Miguel Chamon esteve em diferentes localidades de Parauapebas e do Pará realizando atendimentos…
Assinado convênio para implantação do Centro Nacional de Vacinas

Assinado convênio para implantação do Centro Nacional de Vacinas

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) assinou hoje (8) um convênio para implantação do Centro Nacional de Vacinas,…
Pelé é internado para tratamento de tumor do cólon

Pelé é internado para tratamento de tumor do cólon

Pelé voltou a ser internado no Hospital Israelita Albert Einstein para dar sequência ao tratamento do tumor de cólon, identificado…
Ômicron chega a 57 países e hospitalizações devem subir

Ômicron chega a 57 países e hospitalizações devem subir

A variante Ômicron já foi notificada em 57 países, e o número de pacientes que precisarão de internação hospitalar provavelmente aumentará…
Portadores de fibromialgia começam a receber carteirinha a partir de sexta-feira (10)

Portadores de fibromialgia começam a receber carteirinha a partir de sexta-feira (10)

Na próxima sexta-feira (10), às 10h da manhã, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Doenças…
Operações da Semas no período de defeso apreendem mais de 15 toneladas de pescado

Operações da Semas no período de defeso apreendem mais de 15 toneladas de pescado

A fim de combater a captura ilícita de peixes no período do defeso, (prazo estabelecido de acordo com a época…