Correio de Carajás

Paysandu pode pedir aumento de efetivo policial para a reta final da Série B

(Foto: reprodução)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Paysandu ainda tem dois jogos em casa nessa reta final da Série B. Um será na próxima terça-feira, às 21h30, na Curuzu. A partida será contra o Oeste-SP e vai fechar a 35ª rodada da competição. Já no dia 24 de novembro, ainda sem horário definido, o Papão joga contra o Atlético Goianiense. Os dois jogos serão importantes para o Paysandu e não é descartado qualquer protesto de torcida diante da chances de rebaixamento dos bicolores. Diante deste cenário de protesto, a Polícia Militar pode aumentar o contingente para garantir segurança e evitar qualquer tipo de violência no estádio da Curuzu.

Para os jogos, a Polícia Militar trabalha com o efetivo de 187 pessoas mais dez viaturas. Ainda tem o apoio do Canil e da Rotam. O tenente-coronela Ivo, comandando do Batalhão de Polícia de Eventos, explica que a reunião preparatória para o jogo de terça-feira foi realizada e, dependendo do resultado do último jogo do Paysandu, ocorrido na sexta-feira contra o Vila Nova, ocorreria um aumento no número de policiais na Curuzu.

“A gente fez uma reunião preparatória. Antes dos jogos é uma exigência do estatuto do torcedor que se tenha uma reunião preparatória. Com a PM, Bombeiros, todos os órgãos envolvidos. Em contato com o dirigentes do Paysandu foi informado que tudo iria depender do resultado do jogo contra o Vila Nova. Dependendo do resultado, vai ser feita uma solicitação por escrito para gente e vamos tomar as medidas necessárias”, disse o tenente-coronel da PM. A reunião deve ocorrer nesta segunda-feira.

Leia mais:

O tenente-coronel Ivo ressalta que espera um torcedor pacífico no jogo contra o Oeste, até para não ser necessário usar da força policial. “Esperamos que não seja necessário utilizar nada. Que seja tudo pacífico no próximo jogo. Eu até conversei com o pessoal do Paysandu para fazer uma matéria educativa. A orientação é que os torcedores devem ir para o estádio para realmente torcer. Eles podem se manifestar de maneira ordeira para que não seja necessário usar força para conter os mais alterados”, comentou.

Em 2018, A Polícia Militar não registrou nenhuma ocorrência grave nos jogos do Paysandu, a não ser o caso do torcedor que arremessou sal. “Não tivemos nenhuma ocorrência grave neste ano. Acho que foram só dois jogos e em um deles um torcedor jogou sal”, relembrou o tenente-coronel Ivo.

Ele ainda orienta os torcedores a não jogarem objetos para dentro da área do gramado. “Isso prejudica o Paysandu. O time pode ter suspenso o mando de jogo e será muito pior para o Paysandu. Eu faço esse pedido”, explicou.

Segundo o tenente-coronel, a Polícia Militar também começa a se preparar para a temporada esportiva de 2019. Entre os dias 26 e 29 de novembro, dois policiais vão para a cidade de Recife, em Pernambuco, fazer o Curso de Avaliação de Risco e Conflito em Grandes Eventos. Também estão programados dois cursos locais para o primeiro e segundo semestre de 2019. “Nós estamos sim nos planejando para o ano que vem. Nós vamos fazer dois cursos de grande eventos, estamos programando para o primeiro e o segundo semestre. E do dia 26 a 29 de novembro vamos mandar dois policiais para Recife para fazer um curso de avaliação de risco e conflito em grandes eventos. Vão viajar o meu subcomandante, o major Macedo, e o tenente Lucas”, contou.

Apesar do tenente-coronel informar que pode ter um aumento no contingente no jogo contra o Oeste, o Paysandu informou que não pensa em pedir isso. “Até porque nossa torcida tem se comportado de forma exemplar, protestando pacificamente”, disse a diretoria por meio da assessoria.

Veja alguns casos de protestos mais exagerados dos torcedores do Paysandu diante da chance de rebaixamento da Série B para a Série C:

12 de julho – jogo vencido pelo Vila Nova por 2 a 1 – Torcedores protestavam do lado de fora e a Polícia Militar precisou intervir com tiros de bala de borracha e gás de pimenta para dispersar as pessoas.

25 de agosto – jogo com a vitória do Sampaio Corrêa por 1 a 0 – A torcida bicolor protestou, jogou sal no gramado e a Polícia Militar jogou spray de pimenta para dispersar a multidão que estava perto do alambrado.

8 de outubro – jogo empatado com o CRB em 1 a 1 – Torcedor bicolor jogou sal grosso nos jogadores. Alguns policiais militares que estavam na arquibancada começaram a repreender o torcedor, que acabou se alterando, quando chamado atenção, e com isso foi detido.

Ocorrência registradas pelo Tribunal de Justiça do Pará nos jogos até 2017:

ANO – JUIZADO NOS JOGOS (PROCEDIMENTOS REALIZADOS)

2013 – 15 JOGOS (14)

2014 – 33 JOGOS (22)

2015 – 44 JOGOS (13)

2016 – 31 JOGOS (09)

2017 – 22 JOGOS (07) *até 28.05.2017

 

 

Mais

Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

As entidades que governam o futebol inglês apoiaram uma nova lei em planejamento para punir empresas de redes sociais que…
City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

O Manchester City foi confirmado como campeão da Premier League com três jogos de antecedência, depois que o segundo colocado…
Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, pediu aos torcedores que evitem mais protestos violentos antes do jogo remarcado…
Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

O Ministério da Saúde anunciou hoje (11) a vacinação contra a covid-19 de toda a delegação olímpica e paraolímpica brasileira que vai…
Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal começam neste domingo (9) as semifinais do Parazão Banpará 2021. Pelo andar da carruagem, deve…
Hazard se desculpa com torcida depois de brincadeiras com adversários

Hazard se desculpa com torcida depois de brincadeiras com adversários

O meia-atacante Eden Hazard, do Real Madrid, pediu desculpas aos torcedores do clube por ter sido gravado brincando com jogadores…