Correio de Carajás

Passagens mais caras nas férias

Quem pretende usar os transportes intermunicipais e interestaduais nos próximos dias, deve estar preparado para pagar mais caro pelas passagens. Com bilhetes de viagem custando até 17% a mais, o passageiro terá que desembolsar uma quantia maior em dinheiro para garantir o tão merecido passeio de férias.

De acordo com Antônio Carlos Freire, que trabalha em uma das empresas de ônibus que fazem viagens intermunicipais, no Terminal Rodoviário de Marabá, as passagens ficam com o preço promocional apenas em meses de baixa procura. “As empresas, nessa época [julho], voltam a trabalhar com a tarifa normal. Em período de pouco fluxo é que se faz promoção porque a venda diminui”, explica.

Embora destinos como Palmas, Teresina, Fortaleza, Barreiras e Araguaína estejam sendo bastante procurados, neste período de veraneio, ele confirma que a procura por passagens está abaixo do esperado. “A gente estava esperando maior movimentação e acredito que isso seja devido à crise”, afirma, adiantando que a empresa onde trabalho estará com tarifa promocional a partir de agosto.

Leia mais:

Sueli Santos, funcionária de outra empresa de transportes, também informou que houve aumento na passagem, porém, que foi mais baixo (10%). Segundo ela, o fluxo de pessoas vem melhorando a cada dia que passa e que tem dias que os carros saem lotados de passageiros.

Já Antônio Rocha, vanzeiro que faz a linha Marabá/Parauapebas, contou que o movimento está sendo bem grande nos últimos dias. “Deu uma melhorada, principalmente, aqui para Marabá. O pessoal está vindo muito para as praias e a Expoama também atraiu muita gente no fim de semana”, disse. Segundo ele, as passagens de van sofreram aumento de 16%. “Autorizado pela Arcon (Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará)”, emendou.

Mesmo assim, teve gente que, mesmo pagando pelo preço, reclamou do reajuste na tarifa das vans. Deidisson Martins mora em Paraíso do Tocantins e estava em Marabá em busca de passagens. Embora não tenha concordado com o preço das passagens, já se conformou com a situação. “Na época de férias não tem jeito, sobe um pouco. Mas passando o período de férias volta ao normal”. (Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho)

Quem pretende usar os transportes intermunicipais e interestaduais nos próximos dias, deve estar preparado para pagar mais caro pelas passagens. Com bilhetes de viagem custando até 17% a mais, o passageiro terá que desembolsar uma quantia maior em dinheiro para garantir o tão merecido passeio de férias.

De acordo com Antônio Carlos Freire, que trabalha em uma das empresas de ônibus que fazem viagens intermunicipais, no Terminal Rodoviário de Marabá, as passagens ficam com o preço promocional apenas em meses de baixa procura. “As empresas, nessa época [julho], voltam a trabalhar com a tarifa normal. Em período de pouco fluxo é que se faz promoção porque a venda diminui”, explica.

Embora destinos como Palmas, Teresina, Fortaleza, Barreiras e Araguaína estejam sendo bastante procurados, neste período de veraneio, ele confirma que a procura por passagens está abaixo do esperado. “A gente estava esperando maior movimentação e acredito que isso seja devido à crise”, afirma, adiantando que a empresa onde trabalho estará com tarifa promocional a partir de agosto.

Sueli Santos, funcionária de outra empresa de transportes, também informou que houve aumento na passagem, porém, que foi mais baixo (10%). Segundo ela, o fluxo de pessoas vem melhorando a cada dia que passa e que tem dias que os carros saem lotados de passageiros.

Já Antônio Rocha, vanzeiro que faz a linha Marabá/Parauapebas, contou que o movimento está sendo bem grande nos últimos dias. “Deu uma melhorada, principalmente, aqui para Marabá. O pessoal está vindo muito para as praias e a Expoama também atraiu muita gente no fim de semana”, disse. Segundo ele, as passagens de van sofreram aumento de 16%. “Autorizado pela Arcon (Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará)”, emendou.

Mesmo assim, teve gente que, mesmo pagando pelo preço, reclamou do reajuste na tarifa das vans. Deidisson Martins mora em Paraíso do Tocantins e estava em Marabá em busca de passagens. Embora não tenha concordado com o preço das passagens, já se conformou com a situação. “Na época de férias não tem jeito, sobe um pouco. Mas passando o período de férias volta ao normal”. (Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho)

Comentários

Mais

Rock in Rio estima receita acima de US$ 158 milhões

Rock in Rio estima receita acima de US$ 158 milhões

O Rock in Rio, que será realizado de 2 a 11 de setembro no Parque Olímpico, está agitando o setor…
Não há registro no TSE de suposta pesquisa que impede entrevistado de votar em Bolsonaro

Não há registro no TSE de suposta pesquisa que impede entrevistado de votar em Bolsonaro

Enganoso São enganosas postagens que procuram desacreditar as pesquisas eleitorais ao mostrar, em vídeo, uma suposta pesquisa sendo feita por…
Com apoio do Google, Correio de Carajás cria Núcleo de Checagem Eleitoral

Com apoio do Google, Correio de Carajás cria Núcleo de Checagem Eleitoral

Mais de 60 jornalistas de 31 veículos de notícias brasileiros começam hoje a atuar em núcleos de verificação e checagem…
Associações de produtores rurais fecham BR-230 em Uruará

Associações de produtores rurais fecham BR-230 em Uruará

A rodovia federal BR-230 continua interditada desde ontem (15) no município de Uruará. Na pauta de reivindicação proposta por quatro…
Passageiro quebra poltronas de avião em voo entre São Paulo e Recife; veja vídeo

Passageiro quebra poltronas de avião em voo entre São Paulo e Recife; veja vídeo

Um passageiro quebrou as poltronas do avião em um voo que saiu de São Paulo e aterrissou no Recife, no…
“Maior churrasco do mundo” revela superfaturamento em todos os shows contratados por Darci

“Maior churrasco do mundo” revela superfaturamento em todos os shows contratados por Darci

Ao investigar o “Maior Churrasco do Mundo”, com 20 mil quilos de carne bovina ofertado por Darci Lermen durante o…